PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Enderson deixa lamentação por goleada de lado e destaca que Fortaleza depende só de si para permanência

Para não depender de ninguém, o Leão precisa vencer o Fluminense na última rodada, no Maracanã. O empate pode ser suficiente, se o Goiás não vencer as duas últimas partidas que ainda tem pela frente na Série A

Brenno Rebouças
18:39 | 21/02/2021
Enderson Moreira destaca que Fortaleza não depende de adversários para ficar na Série A  (Foto: Aurelio Alves)
Enderson Moreira destaca que Fortaleza não depende de adversários para ficar na Série A (Foto: Aurelio Alves)

Não há tempo para chorar o leite derramado. Para o técnico do Fortaleza, Enderson Moreira, a goleada por 4 a 0 sofrida diante do Bahia é passado e não deve interferir no último duelo do Tricolor pela Série A, quinta-feira, 25, contra o Fluminense.

"Está todo mundo muito triste, muito decepcionado, mas a gente depende das nossas forças. Temos esse próximo jogo e a gente tem que trabalhar, não pode transportar mais do que é realmente. (Foi) uma derrota terrível para todos nós, mas a gente precisa se reerguer, ter coragem, ter fé para poder enfrentar o que a gente tem pela frente. Agora não é hora de dar passo para trás, é hora de dar passo para frente e enfrentar as dificuldades”, disse Enderson Moreira.

Para não depender de ninguém, o Leão precisa apenas empatar com o Fluminense na última rodada, no Maracanã. Até com derrota é provável que o time se salve, contanto que o Vasco não tire a diferença de doe gols de saldo (o que é improvável). O comandante tricolor acredita na força do elenco que tem para arrancar três pontos fora de casa.

"A gente já fez partidas muito boas, jogos com o espírito que acho que o torcedor do Fortaleza quer [...] agora é hora da gente pode focar novamente, trabalhar para que possamos buscar esse resultado no Rio de Janeiro, sabendo da dificuldade, com o respeito que temos pelo Fluminense, mas a gente sabe que futebol nos proporciona recuperação em um espaço de tempo muito curto, então vamos focar para buscar esse resultado", prega o treinador.

Um dos problemas a resolver será a peneira que virou a defesa tricolor. Nos nove jogos em que Enderson Moreira comandou o time até aqui, 16 gols foram sofridos. O treinador reconhece a queda e diz que o problema envolve todo o grupo, não apenas os jogadores da primeira linha.

“Acho que o aspecto defensivo nosso teve uma queda absurda. O Fortaleza não é um time que toma tantos gols e a gente está, em algum momento, muito desconcentrado. E eu falo assim, não é a defesa que tem culpa nisso, é o sistema todo, nossa defesa é a partir dos nossos atacantes. Tem que fechar melhor, tem que criar uma situação de dificuldade maior para o adversário. Está muito fácil da bola entrar por dentro, na nossa equipe, a gente está com fragilidade em termos de dar espaço para o adversário transitar, criar jogos pelo centro do campo", avalia Enderson.

O Fortaleza encara o Fluminense no Maracanã às 21 horas de quinta-feira, 25, na última rodada da Série A de 2020.