PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

"É inadmissível isso que fizemos dentro de campo", diz Tinga, após goleada do Bahia sobre o Fortaleza

Lateral-direito titular do Leão disse que a partida foi vergonhosa e pediu desculpas aos torcedores tricolores pelo resultado em casa

Brenno Rebouças
23:30 | 20/02/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 10.02.2021: Tinga. Fortaleza x Vasco pelo Campeonato Brasileiro, jogo na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO) (Foto: Aurelio Alves)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 10.02.2021: Tinga. Fortaleza x Vasco pelo Campeonato Brasileiro, jogo na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO) (Foto: Aurelio Alves)

O lateral-direito Tinga, não fez cerimônia para descrever a derrota do Fortaleza para o Bahia por 4 a 0, em pleno Castelão, na noite deste sábado, 20. “Foi vergonhoso [...] peço desculpas ao torcedor, é inadmissível isso que fizemos dentro de campo”, disse o camisa 2 do Leão, em entrevista ao Premiere, logo após o jogo.

Apesar de reconhecer a qualidade do adversário, Tinga ressaltou que os gols do Bahia foram fruto de falhas de marcação do próprio Fortaleza. “O time do Bahia é qualificado, com certeza, mas não estava num momento bom. Conseguiram empate com o Atlético-MG, mas é inadmissível tomar quatro gols quase da mesma forma, (em) contra-ataque, erro nosso”, avaliou.

O camisa 2 do Leão descartou ficar secando adversários. Para ele, o elenco do Fortaleza tem que chamar a responsabilidade para si e vencer o duelo contra o Fluminense, fora de casa, na última rodada da Série A.

“A gente tem que levantar a cabeça, quinta-feira tem jogo decisivo. A gente não tem que ficar torcendo para outros times (não) conseguirem o resultado. É inadmissível para a camisa do Fortaleza, a gente não pode jogar um jogo desses. Não é só os onze, é o grupo todo [...] Quinta-feira será uma guerra”, disse.