PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Carlinhos lamenta ausência de Enderson Moreira no duelo entre Atlético-MG e Fortaleza

Técnico do Leão foi diagnosticado com Covid-19 e não estará na beira do campo no duelo entre as equipes neste domingo, 31

Iara Costa
19:07 | 26/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 28.09.2020: Carlinhos. Fortaleza jogava pelo Campeonato Brasileiro na Arena Castelão. em época de COVID-19.  (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 28.09.2020: Carlinhos. Fortaleza jogava pelo Campeonato Brasileiro na Arena Castelão. em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

O Fortaleza terá uma grande ausência quando entrar em campo neste domingo, 31, às 17 horas, para jogar diante do Atlético-MG no Mineirão. Diagnosticado com Covid-19, o técnico da equipe, Enderson Moreira, não poderá estar na beira do gramado. Em coletiva cedida nesta terça-feira, 26, o lateral-esquerdo Carlinhos lamentou a ausência do comandante nos treinos da semana e no embate.

"A importância dele na beira do campo é muito grande. Infelizmente ele não estará na partida", lastimou o jogador, que destacou que a equipe deve se esforçar para representar o treinador que estará ausente. "Temos a semana toda para treinar e representar bem ele, quem sabe trazer uma vitória de lá".

Sobre o duelo diante do Galo, o lateral-esquerdo frisou que será uma decisão para o Leão por conta dos pontos que o Fortaleza necessita para se afastar da zona de rebaixamento. Atualmente, a equipe do Pici ocupa a 16° colocação com 35 pontos somados, somente três a mais que o Bahia, primeiro time da zona da degola. 

"Sabemos que o Campeonato Brasileiro não tem jogo fácil. Será mais uma decisão para nós. Temos a semana cheia para treinar. Vamos estar concentrados para fazermos um bom jogo e, quem sabe, fazer um bom resultado lá, pois estamos precisando", falou.

Para conquistar o resultado preciso, Carlinhos crê que a equipe precisa estar mais unida que nunca. "(A equipe precisa) Se unir mais ainda. Nesses jogos finais estávamos unidos, mas temos que nos unir mais, trabalharmos mais, para termos um resultado positivo no final", disse o atleta.