PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Enderson elogia desempenho do Fortaleza, mas diz que o time está distante do padrão tático que deseja

Novo treinador do Leão reconheceu que o grupo foi bem na estratégia montada para encarar o Grêmio, mas ressalta que existe um longo caminho de aprimoramento a percorrer

Brenno Rebouças
01:08 | 10/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.01.2021: Enderson Moreira. Fortaleza x Gremio, pelo campeonato Brasileiro, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.01.2021: Enderson Moreira. Fortaleza x Gremio, pelo campeonato Brasileiro, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)

Não foi a estreia ideal, com vitória, mas Enderson Moreira gostou do que viu no empate sem gols entre Fortaleza e Grêmio. “Foi 0 a 0, mas foi um jogo bom, (teve) chances dos dois lados, poderia ter sido um 2 a 2, um 3 a 3 ou qualquer uma das equipes poderia ter saído vencedora. Foi um duelo equilibrado”, avaliou o treinador.

O novo comandante do Leão teve apenas um contato com o elenco e ainda perdeu de última hora, além dos dez jogadores que já cumprem isolamento por causa da Covid-19, mais dois atletas por testarem positivo nos exames do novo coronavírus. Ainda assim, foi possível notar um comportamento diferente no time do Fortaleza em campo.

Gabriel Dias fala em "ponto importante" e apoio para Enderson Moreira

“Gostei da intensidade da equipe, acho que quando a gente teve paciência para tocar a bola, criou boas situações, finalizamos muitas bolas no gol e isso é importante, mas é claro que o que a gente mais quer é a bola na rede e vamos continuar trabalhando para que no próximo jogo a consigamos fazer os gols e sair com os três pontos”, disse Enderson.

Sem tempo para trabalhar antes da estreia, o treinador teve que investir mais no psicológico dos atletas e usar a teoria. O desempenho foi satisfatório, mas Enderson diz que ainda está longe do que ele imagina para o futebol da equipe.

“Dentro daquilo que a gente tinha como possibilidade, estrategicamente para o jogo contra o Grêmio, a gente criou algumas situações que acho que eles desempenharam muito bem. Taticamente, dentro daquilo que eu penso, tem um grande caminho a ser percorrido ainda e eu nem sei se nós conseguiremos fazer isso nessa reta final. O que acho que podemos dar pequenos passos a cada jogo, melhorar a cada partida. Isso vai fazer com que a gente tenha mais possibilidades de estar sempre vencendo”, acredita.

O próximo adversário do Fortaleza é outro gaúcho, o Internacional, no próximo domingo, 17. Até lá, Enderson Moreira deve ter de volta os dez atletas que estão isolados desde a última segunda-feira, além de tempo para trabalhar.

“A gente ganha muito em opções com o retorno desses atletas, ganha muito em opções. E passa a ter uma semana aberta, que esperamos que possamos aproveitar. A semana aberta não é garantia que a gente vai melhorar muito, mas é a possibilidade de nos encaixarmos um pouco melhor”, disse.