PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Fortaleza empata sem gols com Grêmio na estreia de Enderson Moreira

Tricolor teve comportamento melhor que na partida anterior e até criou boas oportunidades, mas segue sem marcar gols e com jejum de vitórias. Felipe Alves fez boas defesas e o VAR anulou o único gol marcado pelos gaúchos

Brenno Rebouças
23:06 | 09/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.01.2021:. Fortaleza x Gremio, pelo campeonato Brasileiro, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09.01.2021:. Fortaleza x Gremio, pelo campeonato Brasileiro, na Arena Castelão. Em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: Aurelio Alves)

Na estreia de Enderson Moreira, o Fortaleza empatou sem gols com o Grêmio no Castelão, em jogo válido pela 29ª rodada da Série A do Brasileiro. O Tricolor teve um desempenho melhor que na partida passada, mas novamente passou em branco no ataque e aumentou o jejum de vitórias para sete partidas.

Se não bastasse os problemas que já tinha, o Tricolor perdeu para o duelo Marcelo Boeck e Ederson, o que deixou o banco ainda mais limitado - com muitos jogadores do Sub-23, alguns que nunca jogaram no time principal - e dificultando a possibilidade do novo comandante fazer mudanças de estratégia ou adaptações durante a partida.

Tanto Grêmio quanto Fortaleza tiveram boas chances de marcar, mas Felipe Alves e Paulo Victor fizeram boas defesas. O time gaúcho chegou a marcar com Pepê, aos 46 minutos do primeiro tempo, mas o árbitro de vídeo, após cinco minutos de checagem, avisou que o atacante recebeu passe em condição irregular.

Com o resultado, o Fortaleza não saiu da 15ª colocação, mas somou um ponto a mais e agora tem 32. O Leão agora tem uma semana até enfrentar o internacional, próximo domingo, 17, no Beira-Rio.

O Jogo

O Fortaleza teve um comportamento diferente das últimas partidas. Deixou o toque de bola excessivo de lado e passou a apostar em ataques com velocidade e aceleração na transição. Romarinho estava afinado com os companheiros de ataque e em duas tabelas, uma com Wellington Paulista e outra com Osvaldo, primeiro ficou cara a cara com goleiro e teve sua finalização defendida e depois colocou o segundo de frente para Paulo Victor, que novamente levou a melhor, mas o lance já tinha sido invalidado.

O tricolor gaúcho trocava passes com facilidade na intermediária ofensiva e criava boas chances, com passes longos ou cruzamentos. De dentro da grande área, Churín teve um rebote travado e uma cabeçada defendida. Já Pepê recebeu passe em profundidade pela direita e bateu alto, mas acertou a rede por fora.

Para o segundo tempo, o Leão tinha que ser inteligente. Não podia se desgastar tanto, já que tinha um banco com muitos garotos — além dos dez jogadores que ainda se recuperam da Covid-19, Boeck e Ederson também testaram positivo — e por isso teve que segurar ao máximo as substituições. A melhor chance do Tricolor na segunda etapa foi um chute cruzado de W. Paulista, que o goleiro espalmou.

Renato Gaúcho foi oxigenando o time e ganhando volume de jogo, Thaciano, que entrou na segunda etapa, teve pelo menos três finalizações perigosas. Ferreirinha foi outro que saiu do banco e também fez pressão, mas não mudou o placar.

Ficha Técnica:

Fortaleza
4-3-3
Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Wanderson, Carlinhos; Felipe, Ronald (Derley), João Paulo (Yuri César); Romarinho, Osvaldo (Bruno Melo), W. Paulista (Torres). Téc: Enderson Moreira

Grêmio
4-4-2
Paulo Victor; Victor Ferraz, Paulo Miranda, Rodrigues, Cortez; Lucas Silva (Darlan), Matheus Henrique, Alisson e Pinares (Thaciano); Pepê e Diego Churín (Ferreira). Téc: Renato Gaúcho

Local: Castelão, em Fortaleza-CE
Data: 9/1/2021
Horário: 21 horas
Árbitro: Jefferson Ferreira de Morais-GO
Assistentes: Leone Carvalho Rocha-GO e Cristhian Passos Sorence-GO
VAR: GIlberto Rodrigo Castro Júnior-PE
Cartões amarelos: Derley, Felipe (FOR) Renato Gaúcho, Lucas Silva (GRE)
Renda e público: não houve, devido a pandemia do novo coronavírus