PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Coringa do Fortaleza, Marlon diz que se sente "mais confortável" em jogar como volante

Camisa 28 do Leão já atuou em quatro funções diferentes na temporada: volante, meia, ponta e até lateral-direito

Victor Hugo Pinheiro
17:42 | 19/10/2020
Marlon atuou como volante na partida contra o Palmeiras, que terminou com a vitória do Leão pelo placar de 2 a 0 (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
Marlon atuou como volante na partida contra o Palmeiras, que terminou com a vitória do Leão pelo placar de 2 a 0 (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Contratado pelo Fortaleza na metade de 2018, Marlon chegou ao Pici como um jogador de características mais ofensivas. Entretanto, com o decorrer da estadia no Leão, o técnico Rogério Ceni passou a utilizar o jogador em diferentes posições. Após ser moldado como um "coringa" pelo treinador, o camisa 28 afirmou em coletiva virtual que está preparado para atuar em qualquer função, mas é como volante se sente "mais confortável".

"Desde quando cheguei aqui, fiz várias funções. Estou aqui sempre para ajudar o Fortaleza, como sempre frisei nas minhas entrevistas. A função que me sinto mais confortável é como volante, mas onde for preciso, estou disposto a jogar. O Rogério sabe que pode contar comigo, já atuei de ponta, lateral-direito, meia e ontem já foi como volante. Então, da forma que puder ajudar o clube, estarei disponível".

Em meio à maratona de partidas no futebol brasileiro, o Leão já iniciou a preparação para o Clássico-Rei, válido segundo jogo da decisão da final do Campeonato Cearense, nesta quarta-feira, 21, às 21h30min, na Arena Castelão. Sobre o importante triunfo na última rodada da Séria A contra o Palmeiras, Marlon destacou que serve como "motivação" para o duelo decisivo do Estadual e a volta da Copa do Brasil, diante do São Paulo no próximo domingo, 25.

"A vitória contra o Palmeiras serve de motivação, ajuda muito na questão psicológica. Chegar em uma final depois de uma grande partida que executamos, é de extrema importância. O time chega com bastante confiança, mas isso já ficou para trás. Conquistamos, foi muito bom. Temos que pensar na quarta-feira (Clássico-Rei), depois tem a volta da Copa do Brasil (São Paulo), no domingo. Primeiro temos que focar na final do Cearense, para fazermos um bom jogo e trazer mais uma taça ao Pici".

Para a partida decisiva do Estadual, o Leão venceu o Vovô na ida, por 2 a 1, e tem a vantagem do empate e de perder por até um gol de diferença para conquistar a competição pelo segundo ano consecutivo. Já ao Alvinegro, é necessário vencer por dois ou mais gols de diferença.