PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Sem sustos, Fortaleza faz 3 a 1 no Avaí fora de casa e se afasta ainda mais do Z4

Mesmo não fazendo uma partida vistosa, o Tricolor controlou bem o duelo contra o lanterna da competição

Brenno Rebouças
21:29 | 30/10/2019
Wellington Paulista comemora gol diante do Avaí com selfie
Wellington Paulista comemora gol diante do Avaí com selfie (Foto: Wellington Paulista/Fortaleza EC)

O Fortaleza alcançou a décima vitória na Série A do Brasileiro ao bater o Avaí por 3 a 1 na Ressacada, na noite desta quarta-feira, 30. Com o resultado, o Leão chegou aos 35 pontos e afastou ainda mais da zona de rebaixamento.

Com escalação um pouco modificada, o Tricolor não fez uma das melhores partidas, mas foi suficiente para superar o lanterna da competição fora de casa. Paulão, de bicicleta, Romarinho e Wellington Paulista, de pênalti, marcaram para o Fortaleza. O Avaí descontou descontou com Vinícius Araújo.

De seis pontos que disputou fora de casa, o Leão trouxe quatro e agora se prepara para encarar o Atlético-MG no Castelão, sábado, 2, em novo confronto direto.

A partida não empolgava nos primeiros 20 minutos. Avaí e Fortaleza tinham posse de bola semelhante e se alternavam em ataques com conclusões ruins, que não ofereciam perigo aos goleiros.

O primeiro gol teve origem com uma bola parada e desfecho inesperado. Aos 23, Nenê Bonilha cobrou falta da esquerda, jogando bola na área do Avaí. Após uma disputa aérea, Paulão chutou de primeira e a bola explodiu na marcação. O zagueiro ficou novamente com a sobra, ainda na grande área, levantou e acertou uma bicicleta.

A reação avaiana até que respondeu rápido, com gol de Jonathan, aos 28, mas a arbitragem invalidou. Ele empurrou Quintero antes de roubar a bola do defensor do Fortaleza e marcar para os donos da casa.

Para a segunda etapa, Evando Cemillato lançou o experiente Douglas a campo e ele seria fundamental para o gol de empate do Avaí. Logo nos primeiros seis minutos, ele deu assistência para Vinícius Araújo, na grande área, livre de marcação, que finalizou e ganhou de Felipe Alves. A zaga do Fortaleza até que saiu antes, o deixando em posição irregular, mas Nenê Bonilha, quase fora da área, pelo lado direito do ataque adversário dava condições.

Naquele momento o Avaí era melhor e com o empate a impressão era que os donos da casa poderiam dificultar a vida dos cearenses. Ledo engano. Na ataque seguinte, Bruno Melo cruzou da esquerda e Romarinho, que vinha de trás, pegou de primeira pra mandar no canto esquerdo do goleiro Vladimir.

O panorama da partida voltou a ser o mesmo do primeiro tempo. Os dois times se alternavam no ataque, mas as chances claras de gol foram poucas. Nos dez minutos finais, Rogério Ceni, ciente da importância do resultado, lançou Derley na vaga de Araruna, aumentando o poder de marcação, mas não abriu mão do ataque, colocando Kieza e Matheus Alessandro para campo também.

As escolhas renderam. Além do Fortaleza controlar bem as investidas dos donos da casa até o fim, Matheus Alessandro foi derrubado na área por Kunde e a arbitragem marcou pênalti. Com o auxílio do VAR, o zagueiro do Avaí foi expulso. Wellington Paulista cobrou e marcou seu 12º gol na Série A, tornando-se o vice-artilheiro da competição, ao lado de Bruno Henrique, do Flamengo. Quanto à Kieza, quase desencanta com a camisa tricolor numa cabeçada a queima roupa no último lance.

 

Você também pode gostar: