PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Auxiliar técnico de Rogério Ceni acumula quatro expulsões na Série A

Em 24 rodadas de Série A do Brasileiro, nesta temporada, só três jogadores do Fortaleza foram expulsos de campo, cada um apenas uma vez.

Brenno Rebouças
22:26 | 09/10/2019
Apesar não entrar em campo, o auxiliar técnico do Fortaleza, Charles Hembert, acumula sozinho mais expulsões que todos os jogadores.
Apesar não entrar em campo, o auxiliar técnico do Fortaleza, Charles Hembert, acumula sozinho mais expulsões que todos os jogadores. (Foto: Pedro Chaves/Divulgação)

Em 24 rodadas de Série A do Brasileiro nesta temporada só três jogadores do Fortaleza foram expulsos de campo, cada um apenas uma vez. Os laterais Carlinhos e Bruno Melo, além do atacante Osvaldo foram obrigados a abandonar duelos do Leão mais cedo, sendo apenas o último com expulsão direta (corrigida pelo VAR, na partida contra o Grêmio).

Apesar não entrar em campo, o auxiliar técnico do Fortaleza, Charles Hembert, acumula sozinho mais expulsões que todos os jogadores. Com a exclusão diante da Chapecoense, na noite desta quarta-feira, 9, no Castelão, o francês foi expulso pela quarta vez na competição.

A primeira foi diante do Grêmio, em Porto Alegre, ainda na 8ª rodada da Série A, depois ele voltou a ser expulso em Belo Horizonte, na 11ª, quando o Leão encarou o Atlético-MG e mais recentemente, quando Rogério Ceni retornou ao Fortaleza, levou cartão vermelho nas partidas contra Botafogo (21ª) e Chapecoense (24ª).

As motivações são sempre as mesmas: reclamações. O francês é tão ativo quanto Ceni na borda do gramado e costuma reclamar muito ao discordar da marcação de arbitragem em alguns lances. Assim como os jogadores, os membros da comissão técnica cumprem suspensão automática quando são expulsos. Por isso, Hembert não vai atuar em campo na partida entre Fortaleza e Vasco, na 25ª rodada.