PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Fortaleza contou com ajuda de ex-presidente para repatriar Rogério Ceni

Ex-presidente tricolor conversou com Ceni e agiu para que o treinador retornasse ao clube.

13:11 | 01/10/2019
Girão foi decisivo para o retorno de Ceni.
Girão foi decisivo para o retorno de Ceni. (Foto: Mateus Dantas)

A negociação para a volta de Rogério Ceni ao comando técnico do Fortaleza foi conduzida pessoalmente pelo presidente do clube, Marcelo Paz, mas o dirigente contou com uma ajuda importante. Uma ligação feita no sábado, 28, influenciou na decisão do ex-goleiro.

O contato partiu do ex-presidente do Fortaleza, conselheiro do clube e atual senador da República (pelo Podemos), Luís Eduardo Girão, que decidiu ligar para Ceni quando percebeu que o retorno não estava tão encaminhado quanto parecia.

“Na sexta pela manhã, tomei conhecimento da saída do Zé Ricardo e vi pela imprensa que o Fortaleza tinha feito convite para o Rogério reassumir o time e que ele teria aceito. No entanto, no dia seguinte percebi que aquilo não era verdade e que havia ainda uma indefinição sobre o retorno. Começavam a surgir especulações que não faziam bem nem ao clube e nem ao próprio Rogério. Então liguei para o presidente Marcelo Paz, que é meu amigo-irmão, ele me inteirou da situação e perguntei se eu podia ligar para o Rogério”, relatou Girão.

Ciente que o treinador vivia um dilema, pois pensava em não trabalhar mais na temporada, LEG conversou por alguns minutos com Ceni falando da importância do trabalho que ele já tinha desenvolvido no clube e de como ele ajudaria o Fortaleza em retornar. Os dois têm proximidade, uma vez que Girão foi o primeiro a entrar em contato com Ceni, em 2017, na primeira passagem dele pelo comando técnico do Leão.

“Ele estava esgotado, pois passou 45 dias praticamente dormindo na “Toca da Raposa” em um trabalho ininterrupto, com um mental extremamente abalado pelo que houve, da forma como aconteceu a sua saída. Ele tinha tudo para querer um tempo de descanso, de reflexão. Era o mínimo, mas o Rogério não pensou nele. Compreendeu o momento do clube e optou pelo sentimento mais nobre do homem: a gratidão”, disse LEG.

O próprio Rogério Ceni citou a ligação do ex-presidente, na primeira coletiva que concedeu, após a vitória do Fortaleza sobre o Botafogo, por 1 a 0. “Esse gesto do Rogério deve ser valorizado pela nossa vibrante torcida até o final do campeonato. Independentemente do resultado até o final do ano”, opina Girão.

VEJA TAMBÉM: confira as projeções de pontos que Ceará e Fortaleza precisam fazer para escapar do rebaixamento: