PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Apresentado com a camisa 10, Matheus Vargas se diz preparado para estrear pelo Fortaleza

Jogador se define como articulador e diz que gosta de "pifar" os atacantes

19:55 | 10/09/2019
Matheus Vargas será o camisa 10 do Fortaleza no restante da temporada
Matheus Vargas será o camisa 10 do Fortaleza no restante da temporada(Foto: Marcos Matheus/Fortaleza )

Novo reforço do Leão, o meia Matheus Vargas foi apresentado nesta terça-feira, 10, após o primeiro treinamento com os demais atletas. Trajando a camisa dez tricolor, o jogador demonstrou confiança para estrear em breve pelo Fortaleza, elogiou a torcida e conversou sobre suas características de jogo.

Ansioso para a estreia, Vargas espera ser regularizado o mais rápido possível. “Assim que cair o nome no BID estarei a disposição do professor Zé. Vinha jogando na Ponte Preta e meu nível técnico está bom, então basta as coisas andarem que estarei pronto para o jogo no domingo.”, disse.

Sobre seu estilo de jogo, o meia se descreveu como articulador. “Gosto de pifar (deixar na cara do gol) os atacantes, mas também gosto de fazer gols, pisar na área. Esse ta sendo meu diferencial. Gosto de jogar perto do centroavante para podermos construir juntos e ficar mais fácil de ter oportunidade de chutar ao gol. Posso ajudar a equipe a fazer essa articulação de chegar ao ataque muito bem. Jogo mais centralizado, atrás do centroavante, mas posso atuar também pelos lados.”, afirmou e ainda atestou estar trabalhando para melhorar suas finalizações em faltas.

Apresentado para a torcida tricolor no confronto do último domingo diante do Fluminense, Matheus Vargas foi só elogios para a arquibancada. “É um momento único na minha carreira, pois é a primeira vez que visto a camisa de um clube da série A. Tô preparado e fiquei muito feliz de sentir o calor da torcida do Fortaleza. Ano passado tive a oportunidade de jogar contra o Fortaleza e vi que era uma coisa diferente. Espero honrar essa camisa e trazer alegria aos torcedores.”, contou.

Questionado sobre disputar vaga com Mariano Vázquez, o meia recém-contratado colocou nas mãos do técnico Zé Ricardo, mas confirmou que ambos prezam pelo que seja melhor para o time. “É uma disputa sadia (de posição). Não conheço o Mariano, mas isso depende da formação do técnico Zé Ricardo. Espero que, independente de quem seja escolhido, a gente tenha um entrosamento legal e possamos ajudar o Fortaleza, pois a instituição é maior que nós dois. Quem jogar vai dar seu melhor pelo time”, finalizou.

Você também pode gostar: