PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Ceni justifica troca do Fortaleza pelo Cruzeiro na coletiva de apresentação em Minas Gerais

Ex-treinador do Leão comparou a situação com a sondagem que o Atlético-MG fez em abril, quando ele optou por permanecer no Tricolor

19:22 | 13/08/2019
Ceni disse que o elenco do Cruzeiro foi um fator primordial para ele decidir assumir um trabalho na Raposa já em andamento
Ceni disse que o elenco do Cruzeiro foi um fator primordial para ele decidir assumir um trabalho na Raposa já em andamento(Foto: Divulgação/YouTube)

Apresentado oficialmente como técnico do Cruzeiro na tarde desta terça-feira, 13, Rogério Ceni falou sobre os motivos que o fizeram trocar o Fortaleza pelo time mineiro. O ex-comandante do Leão chegou a comparar a situação da proposta da Raposa com a consulta feita pelo Atlético-MG em abril, quando ele optou por seguir no tricolor cearense.

"Ficar no Fortaleza seria certo, as pessoas que acham que eu não deveria ter vindo, respeito a opinião, mas se disser que não é certo vir para o Cruzeiro, eu diria que você está fora da curva. Não julgo nenhuma das opções, mas acho que as duas estão corretas. Vir para o Cruzeiro é muito grande", justificou Ceni, complementando: “estamos no Cruzeiro, não em qualquer lugar”.

O treinador rasgou elogios a estrutura da Toca da Raposa, ao elenco da equipe e minimizou o momento de crise interna que a equipe vive, alegando que seu trabalho fica dentro de campo. "Conto muito com o talento individual de cada atleta, talvez um dos principais motivos que me trouxe até aqui", disse.

Questionado sobre a oportunidade anterior que teve de trabalhar no futebol mineiro, pelo Galo, e rejeitou, Rogério Ceni alegou que naquele momento vivia uma situação diferente e por isso permaneceu no Pici.

"Eu nunca tive uma proposta do Atlético-MG. O Rui Costa (diretor de futebol do Galo) ligou pra mim, mas a situação é completamente distinta, estava em meio a uma final do campeonato cearense e na semifinal de uma Copa do Nordeste. Eu jamais deixaria a oportunidade passar e sair num momento como aquele. Título não tem preço. Eu acho que esse (agora) é um momento diferente, o Fortaleza é campeão cearense, da Copa do Nordeste, está numa posição boa na tabela de classificação do Brasileiro (Série A), achei que era o momento para (encarar) um grande desafio", explicou.

O assunto do pagamento da multa da quebra de contrato de Ceni com o Fortaleza não foi uma das pautas da coletiva. Apesar do clube mineiro garantir que o ex-goleiro estreia domingo, diante do Santos, no Mineirão, o Tricolor ainda não deu entrada na rescisão dele, pois aguarda o recebimento de R$ 1 milhão.

Brenno Rebouças