Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Flamengo tira técnico do futebol cearense pela segunda vez em menos de dois anos

O clube carioca tirou Rogério Ceni do Fortaleza em 2020 e, nesta temporada, convenceu Dorival Júnior a deixar o Ceará para substituir Paulo Sousa

Em menos de dois anos, o Flamengo tirou dois técnicos do futebol cearense, encerrando trabalhos em meio ao andamento da temporada. Em 2020, o clube carioca convenceu Rogério Ceni a deixar o Fortaleza, enquanto neste ano foi a vez de Dorival Júnior, ex-Ceará, ser o alvo do Rubro-Negro.

A equipe carioca tem sofrido para estabilizar um profissional no cargo de treinador desde a saída de Jorge Jesus, em julho de 2020. Na ocasião, a diretoria carioca apostou em Domènec Torrent, mas a passagem do catalão durou somente 26 jogos. Para o seu lugar, o Flamengo trouxe Rogério Ceni, que comandava o Fortaleza naquele momento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No Rubro-Negro, Ceni conquistou três títulos: Brasileirão 2020, Supercopa 2021 e Campeonato Carioca 2021. Em julho de 2021, entretanto, foi demitido. Nesta temporada, o português Paulo Sousa assumiu, mas em nenhum momento conseguiu ter estabilidade. Para o seu lugar, a diretoria do Flamengo novamente buscou, no futebol cearense, uma solução.

Desta vez o alvo foi Dorival Júnior, do Ceará, que aceitou a proposta do Rubro-Negro após 18 jogos à frente do Alvinegro de Porangabuçu, pelo qual totalizou 11 vitórias, três derrotas e quatro empates — ou seja, 68% de aproveitamento.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar