PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

Presidente do Ferroviário reitera vontade de jogar no Castelão: "Alternativa única"; assista

Newton Filho concedeu entrevista exclusiva ao "Futebol do Povo" nesta quarta-feira, 23. Veja entrevista completa

Victor Hugo Pinheiro
17:36 | 23/09/2020
Newton Filho, presidente do Ferroviário, participou do programa Futebol do Povo
 (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)
Newton Filho, presidente do Ferroviário, participou do programa Futebol do Povo (Foto: Lenilson Santos / Ferroviário Atlético Clube)

Em entrevista ao programa Futebol do Povo desta quarta-feira, 23, o presidente do Ferroviário, Newton Filho, afirmou que a única opção do Tubarão da Barra é mandar os jogos na Arena Castelão. Com isso, segundo ele, a diretoria ainda não trabalha com a possibilidade de atuar em outra praça esportiva. O dirigente entende que se o estádio não está em condições para receber jogos de todas as equipes, é necessário que qualquer partida tenha a realização vetada. 

"Eu entendo que a alternativa única, agora, é o Castelão. Se não pode receber jogos, fica vetado para ter jogos de Ceará, Fortaleza, Ferroviário e qualquer outro clube. Durante o veto, os clubes teriam que buscar outro estádio. O problema passa a ser da CBF, a entidade indica outro estádio. Queremos um estádio com condições técnicas. Podem escolher Pernambuco, como já consultamos, Natal (Rio Grande do Norte), onde tenha condições de realizar os jogos".

A CBF solicitou, no último dia 9, que a Arena Castelão seja usada apenas em jogos válidos pela Série A e Copa do Brasil. Portanto, Ceará e Fortaleza teriam a prioridade, enquanto Ferroviário e Floresta precisariam buscar alternativas para realizar as respectivas partidas. O presidente coral chegou a visitar o estádio Domingão na última segunda-feira, 21, entretanto, alegou falta de condições e definiu como "irresponsabilidade" a transferência de local.

"Os vestiários totalmente ocupados, sem condições de serem usados, o gramado em condições de abandono. Isso não se resolve em dez dias, em pouco tempo. É preciso lembrar que a pandemia não acabou, como é que vamos fazer a higienização do estádio?. É impossível fazer uma higienização adequada com o estádio daquela maneira. Chega a ser irresponsável transferir uma partida com o Domingão nessas condições".

O impasse nos bastidores parece longe de ter um desfecho. Para continuar jogando na Arena Castelão, o Tubarão vai acionar o STJD, e lutar pelo direito de utilizar o estádio da Capital. O clube se baseia no regulamento específico do Campeonato Brasileiro da Série C, em seu artigo 30, que coloca como prerrogativa ao clube mandante "informar à DCO (diretoria de competições), antes do início do Campeonato, o estádio por este indicado, situado na cidade onde o clube tenha sua sede permanente".

Já o Floresta não tomou a mesma atitude. Mesmo com as supostas condições precárias no Domingão, o Verdão da Vila acatou a decisão da CBF, e a partida contra o América-RN, pela segunda rodada da Série D, será realizada no estádio, no sábado, às 15h30min.