PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Federação Cearense de Futebol vai bancar testes de coronavírus para clubes do Estado

Testagem para clubes com menor investimento faz parte de protocolo pela retomada segura do futebol cearense, quando houver liberação por parte do Governo do Estado

Lucas Mota
16:49 | 18/05/2020
Atlético Cearense é uma das equipes que receberá testes da FCF
Atlético Cearense é uma das equipes que receberá testes da FCF (Foto: Thais Mesquita)

O presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, revelou nesta segunda-feira, 18, que a entidade bancará a compra de testes de detecção de coronavírus para quatro clubes cearenses da primeira divisão do Estadual. A informação foi dada pelo cartola em entrevista exclusiva no programa Futebol do Povo (veja completa abaixo).

+ Com sinal verde do Governo para terminar Estadual todo no Castelão, FCF vai pedir isenção de taxas

Atlético Cearense, Barbalha, Caucaia e Pacajus serão os clubes que vão receber os testes da Federação. Segundo Mauro, as equipes são as quatro com menor investimento e sem calendário nacional entre os times da segunda fase do Campeonato Cearense. O quarteto se diferencia de Ceará e Fortaleza, ambos na Série A; Ferroviário, na Série C; e Guarany de Sobral, na Série D.

Testagem para clubes com menor investimento faz parte de protocolo da Federação pela retomada segura do futebol cearense, quando houver liberação por parte do Governo do Estado. Restam apenas duas rodadas para o fim da segunda fase, última etapa antes do mata-mata com semifinal e final.

"A Federação vai arcar com os testes para clubes de menor porte. Eles jogarão uma ou duas partidas. Preciso ter uma estrutura para esses quatro clubes para que os jogadores não corram nenhum risco, nem para os demais que vão jogar contra eles", afirmou.

Além dos testes, Mauro garantiu que a Federação irá ajudar os clubes, mas enfatizou que não será apoio financeiro. A situação de cada agremiação cearense de futebol neste período de pandemia tem sido acompanhada pela FCF, conforme o cartola.

"Vai haver apoio. Sei de tudo que está se passando, cada problema individual. Eu não dou o peixe, dou o anzol, a isca. Darei orientação de como faz. Nunca dei nada para ninguém. Dou ensinamento", comentou.

O calendário do futebol cearense segue com cenário de incertezas sobre datas e competições. Entretanto, Mauro ainda espera realizar todos os torneios do esporte no Estado, entre eles a Taça Fares Lopes e a segunda divisão do Cearense.

Confira a entrevista completa com Mauro Carmélio:

Listen to "#96 - E as contratações? Mercado da bola pós-pandemia" on Spreaker.