PUBLICIDADE
Cearenses
Noticia

Ferroviário vence e tira invencibilidade do Guarany no Cearense

Gol de Eriky foi o único do jogo válido pela segunda rodada do campeonato

18:00 | 02/02/2020
Eriky marcou o golaço que deu a vitória para o Ferrão sobre o Guarany
Eriky marcou o golaço que deu a vitória para o Ferrão sobre o Guarany (Foto: Xandy Rodrigues)

O Ferroviário consolidou a boa fase e venceu o Guarany de Sobral por 1 a 0 na tarde deste domingo, 2, no Estádio Presidente Vargas. O gol que tirou a invencibilidade do Guarany neste Campeonato Cearense 2020 foi marcado por Eriky, aos 13 minutos do segundo tempo. O resultado fez o Ferroviário chegar ao sétimo jogo invicto — seis sob o comando do técnico Anderson Batatais.

Com isso, o Ferrão chegou aos quatro pontos e lidera provisoriamente a competição — faltam dois jogos para que a segunda rodada seja completada. O Guarany ficou na quarta posição. Os clubes agora tem folga no meio da semana . O Ferrão volta a campo no próximo domingo, 9, contra o Atlético, no PV. Já o Bugre, só no próximo dia 16 volta a campo, conta o Caucaia, no Raimundo de Oliveira.

O JOGO

O primeiro tempo até foi movimentado, mas não tirou muitos gritos de “uuuh” do torcedor. Os times até conseguiam chegar, mas se não pecavam no último passe, pecavam finalização — ora chutando travado, ora mandando para longe. De toda forma, os goleiros pouco trabalharam no primeiro tempo.

Mesmo assim, o Ferrão teve as melhores chances. Aos 21, William Machado cruzou rasteiro, Caique deixou passar e Eriky chutou. Se não fosse Regineldo bloquear, era o primeiro do Ferrão. No fim do primeiro tempo, o Ferrão ensaiou uma pressão. Aos 42, Wellington Rato bateu falta rasteiro, o goleiro Mauro deu rebote e precisou se recuperar para evitar o toque para o meio. Mais que isso, porém, o Tubarão não conseguiu e o jogo foi mesmo para a segunda etapa no empate.

O Guarany voltou da segunda etapa muito mais disposto. Logo aos 23 segundos, Ciel arriscou rasteiro e mandou à direita do gol. Ao 1 minuto, o Bugre chegou até a marcar. Mas o auxiliar pegou impedimento na cabeçada de Olávio que antecipou a saída de Nicolas. Aos 6, Siloé fez boa jogada individual, mas mandou por cima do gol ao finalizar da intermediária. E, aos 7, Ciel perdeu um gol bizarro, dentro da pequena área e já sem goleiro. Por sorte, o impedimento já estava assinalado.

Apesar disso, foi o Ferroviário quem conseguiu chegar ao gol. Aos 13 minutos, Caíque fez grande jogada. Ele conduziu, pareceu se enrolar, mas deu uma bela metida para Eirky, em posição duvidosa, bater forte e bonito para abrir o placar. O gol animou o Ferrão. O time trocou bem abola, da direita para esquerda, até chegar para William Machado finalizar — mandou à esquerda, porém.

Precisando do empate, o Guarany se mandou para o ataque e colocou três atacantes do banco — Dudu Itapajé, Thiago Souza e Lopeu. Aos 20, Itapajé perdeu boa chance de empatar o jogo. Ele isolou, já dentro da grande área, ao receber bom passe de Lincoln. Faltou, porém, mais criatividade. O Bugre não conseguiu pressionar e o Ferroviário não conseguiu converter as boas chances que teve no contra-ataque. Aos 42, William Machado entrou pela esquerda e bateu cruzado. Mauro resvalou e impediu a chegada que Tito aproveitasse.

Com ambas as equipes exaustas, ninguém mais conseguiu mudar o placar. O jogo terminaria mesmo 1 a 0, para alegria do torcedor coral.