Participamos do

Tiago Nunes não pediu contratação de imediato e pode resgatar atletas em baixa, diz presidente do Ceará

Em entrevista ao programa Esportes do Povo, Robinson de Castro disse que o novo comandante alvinegro elogiou o elenco e deve primeiro fazer testes com o grupo que tem em mãos
15:10 | Set. 01, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Ao aceitar o convite para treinar o Ceará, Tiago Nunes não fez nenhum pedido de contratação. Pelo menos não até o momento. Foi o que disse o presidente do clube, Robinson de Castro, em entrevista ao programa Esportes do Povo, da rádio O POVO CBN, nesta quarta-feira, 1º. O dirigente também não crê que o novo comandante peça por reforços imediatamente.

"Ele me parece ser uma pessoa muito honesta com o que se propõe a ser como treinador. Acredito que ele não vem para cá para agradar no primeiro momento (a quem pede contratações), ele vai buscar os resultados e se for necessário para esse objetivo uma contratação, joia, mas se não for necessário, for somente para dar um recado, agradar alguém, não vejo (acontecendo). Acho que não há mais espaço para isso (no futebol)", disse Robinson.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De toda forma, o presidente do Vovô afirmou que ainda vai conversar pessoalmente com Tiago Nunes sobre o elenco do Ceará, assim como outros profissionais do departamento de futebol farão, e revelou que o treinador elogiou o grupo que está no clube.

"Ele está chegando para a gente passar nosso olhar sobre nosso elenco, particularmente vou passar o meu olhar, minha equipe (diretoria de futebol) toda vai passar o olhar de cada um sobre a equipe (jogadores), cada um na sua respectiva área. Ele falou muito bem do plantel”, contou.

Robinson ressaltou também a possibilidade da mudança de comando técnico resgatar atletas que estão sem espaço no clube. "Muitas soluções estão dentro de casa. Jogadores que não estão rendendo em algum momento passam a render, isso acontece demais; jogadores que são emergentes, que fazem mais de uma função. Às vezes tem um jogador que em um modelo de jogo tem um desempenho, noutro modelo tem outro", opinou. O dirigente disse, inclusive, sem citar nomes, que Nunes chegou a elogiar peças do clube que estão sendo bastante criticadas.

Qualquer decisão sobre elenco, no entanto, será tomada com sensatez, segundo o presidente alvinegro, tomando por base mais o que se vive internamente no clube do que opiniões externas. "Nós temos que ter pés no chão, equilíbrio para olhar com nossos próprios olhos, não com os olhos dos outros. Nós que estamos dentro do clube, talvez tenhamos a capacidade de ver e até enxergar melhor. Não é por mérito não, é porque nós estamos lá, vivendo, convivendo, acompanhando", disse.

Acompanhe a edição desta quarta-feira, 1º, do Esportes do Povo:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags