Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Atacante Erick é regularizado e pode estrear pelo Ceará

Erick já treina com o restante do elenco do Ceará há pelo menos duas semanas e estreia depende da vontade de Guto Ferreira
Autor - Brenno Rebouças
Foto do autor
- Brenno Rebouças Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Ceará ganhou um reforço para a partida de domingo, contra o Atlético-GO, pela 15ª rodada da Série A do Brasileiro. Trata-se do atacante Erick, que teve o nome publicado no BID e está apto a estrear com a camisa alvinegra.

Erick já treina com o restante do elenco do Ceará há pelo menos duas semanas, portanto não deve ter problemas físicos ou de entrosamento. A estreia dele diante do Dragão depende apenas do técnico Guto Ferreira.

O Alvinegro adquiriu o atleta em definitivo com contrato vigente até o final de 2023. Houve a compra de 50% dos direitos econômicos do jogador junto ao Braga, de Portugal, por 400 mil euros (cerca de R$ 2,4 milhões na cotação atual), que serão pagos em cinco parcelas O anúncio oficial foi feito no dia 23 de julho.

Na atual temporada, Erick vinha jogando pelo Náutico e em 19 partidas fez sete gols. Atacante de lado, ele joga tanto na direita quanto na esquerda, o que aumenta as opções de Guto Ferreira.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Protagonistas em Clássico-Rei, crias da base do Ceará conquistam espaço na Série A

Pratas da casa
00:30 | Ago. 04, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atuação sólida na zaga, entrada providencial na lateral e dois gols marcados — um com oportunismo, outro com habilidade. Este foi o saldo do quarteto oriundo das categorias de base do Ceará na vitória por 3 a 1 no Clássico-Rei do último domingo, 1º. Buiú, Gabriel Lacerda, Kelvyn e Rick superaram a desconfiança do torcedor, conquistaram espaço com o técnico Guto Ferreira e somam bons números na Série A.

Titular na defesa desde a contusão do ídolo Luiz Otávio, Lacerda disputou 12 dos 14 jogos do Brasileirão e assumiu participação decisiva também no setor ofensivo: com dois gols marcados e uma assistência, é o terceiro jogador do elenco com mais participações em tentos. Na retaguarda, o camisa 15 é o segundo atleta da equipe com maior número de rebatidas.

Na lateral direita, Buiú ganhou oportunidades a partir das oscilações — e suspensões — de Gabriel Dias e emendou sequência na equipe. Começou no banco de reservas diante do Fortaleza, mas foi acionado na segunda etapa e ajustou o setor. O camisa 27 já entrou em campo dez vezes na elite nacional, sendo sete como titular.

Polivalente, o lateral-esquerdo Kelvyn é constantemente utilizado pelo treinador no meio-campo e repetiu a função contra o Fortaleza, formando parceria com Marlon e William Oliveira. Na reta final do primeiro tempo, apareceu como homem-surpresa na área e aproveitou o cruzamento de Lima — e a falha de Felipe Alves — para empurrar para as redes e deixar tudo igual. O jogador de 22 anos soma nove jogos no Campeonato Brasileiro.

O grande destaque do confronto ficou por conta do atacante Rick. O maranhense de 21 anos, criticado pela torcida por ter perdido gols em outras partidas, entrou no segundo tempo, fez boa jogada individual pela ponta e se livrou de dois marcadores para chutar entre as pernas do camisa 12 do Leão e marcar o terceiro gol alvinegro.

"Posso dizer que esse foi o dia mais feliz da minha vida pelo fato de ser aniversário da minha mãe e poder marcar um gol no clássico. Foi muito especial. Venho tendo muito apoio do grupo, a rapaziada me apoiando, incentivando. O grupo todo está de parabéns, (queria) agradecer também ao Guto pela oportunidade. Nós, moleques da base, que estamos subindo sempre tentamos dar a vida quando é clássico", falou o camisa 37.

O gol no clássico foi o terceiro de Rick em nove jogos na Série A, o que o torna artilheiro do Vovô na competição. Aposta de Guto Ferreira desde a temporada passada, o atacante comemora a confiança do comandante e admite nova postura em campo.

"O Guto foi uma das peças fundamentais na minha subida ao profissional, me incentivou muito. Ano passado sofri muito com lesões e esse ano ele conversou muito comigo, falou: 'Esse é o teu ano, tu tem que ir para cima dos caras e fazer o que faz nos treinos'. (Ele) Me deu total confiança e hoje eu fico muito confiante dentro de campo", revelou.

Somados os números das crias, portanto, chegam a participação em 7 dos 17 gols anotados pela equipe — os três gols de Rick, o tento de Kelvyn e as três participações diretas de Lacerda. Com a base em alta e respaldada pelo treinador, o objetivo é manter a presença frequente em campo.

"No futebol, a confiança é um dos principais fatores. O Guto vinha conversando com a gente, o Lacerda, principalmente. Eu fico muito feliz por ele estar alcançando os objetivos dele, pegando uma sequência, o Kelvyn também, os moleques da base. A gente é fã dos caras, mas com quem a gente convive se torna mais fã ainda. Eles vão continuar nessa pegada e ajudar o Ceará nessa trajetória", projetou Rick.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Clubes e FCF pretendem requerer liberação de 40% de público nos estádios

Volta aos estádios
00:30 | Ago. 04, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em reunião na tarde de ontem, Ceará, Fortaleza e Federação Cearense de Futebol (FCF) ajustaram os últimos detalhes do protocolo para o retorno dos torcedores aos estádios, que será apresentado ao Governo do Estado nesta quarta-feira, segundo O POVO apurou. O documento solicita liberação de 40% da capacidade dos estádios e prevê acesso para torcedores com imunização completa pela vacina ou testagem prévia para Covid-19.

O protocolo estabelece dois critérios principais para o acesso dos torcedores: as duas doses da vacina tomadas — ou dose única, no caso da Janssen — ou realização de teste PCR até 48 horas antes da partida. No caso da Arena Castelão, utilizada pelos dois clubes, a liberação de 40% de público seria equivalente a 24 mil torcedores — a capacidade total atual é de 60 mil pessoas.

O pedido oficial será encaminhado ao Governo nesta quarta-feira e deverá entrar em pauta na reunião semanal do Comitê Estadual de Combate à Pandemia, na próxima sexta-feira, 6.

Diante da intenção da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de permitir a presença de público a partir das quartas de final da Copa do Brasil — e, possivelmente, ampliar para outras competições —, os dois clubes cearenses da Série A e a Federação decidiram se antecipar para tentar avançar nas tratativas.

As três partes mantinham conversas há alguns meses e já se movimentavam nos bastidores para dar esse passo. Uma reunião chegou a ser marcada com a Secretaria de Saúde do Estado, mas sem sucesso pela ausência do titular da pasta, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto.

Alvinegros e tricolores, inclusive, chegaram a firmar parceria com uma empresa de tecnologia que disponibilizaria um aplicativo para controlar a entrada dos torcedores de acordo com os requisitos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rick atribui melhora do número de gols marcados pelo Ceará aos treinamentos

CEARÁ
22:01 | Ago. 03, 2021
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Presente em nove dos quatorze jogos já disputados pelo Ceará no Brasileirão, o atacante Rick já marcou três gols para o Alvinegro nessa edição da competição. Em coletiva cedida nesta terça-feira, o jogador do Vovô explicou que os números ofensivos próprios estão melhores por conta da sua dedicação nos treinos. "Nos treinamentos, eu procuro sempre melhorar a finalização e para que, quando tiver cara a cara com o goleiro, procurar a melhor opção", explicou.

Nessa edição do Brasileirão, Rick já marcou três gols com a camisa do Vovô. Na temporada geral no clube, já são quatro tentos anotados em 19 jogos que participou e o atleta frisou que tem buscado melhorar esses números com bom treinamento. "Eu venho buscando isso no dia-a-dia. Não fazia muitos gols, mas comecei a aprimorar minha finalização e, hoje em dia, os gols estão saindo naturalmente", pontuou.

O último gol do atleta com a camisa do Vovô ocorreu no Clássico-Rei da semana passada, o qual o time comandado por Guto Ferreira venceu o Fortaleza por 3 a 1. Na coletiva, Rick revelou que tem revisto o gol do momento em que ele descreveu como "o melhor de sua vida". 

"Sobre o gol, estou tentando resumir (o que foi) até agora. Fico vendo o vídeo do lance e foi muito especial. Vinha buscando muito e esse ano eu entrei bastante focado e determinado a conquistar meus objetivos, que é fazer gol na Série A. Graças a Deus estou conseguindo", falou.

Sobre o jogo da próxima rodada, quando o Ceará enfrenta o Atlético-GO no Castelão às 18h15min do próximo domingo, 8, Rick destacou que o Vovô deve se focar em fazer o dever de casa. "Tenho que sonhar alto, mas sempre com os pés no chão. Temos quer fazer nosso dever de casa aqui. Se Deus quiser vamos conquistar os três pontos".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Goleiro João Ricardo, do Ceará, passa por cirurgia no joelho direito

LESÃO
20:14 | Ago. 03, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

João Ricardo, goleiro do Vovô, precisou passar por uma artroscopia no joelho direito nesta terça-feira, 3. O atleta já teve alta da unidade hospitalar e encontra-se em reabilitação pós-cirúrgica. A previsão do departamento médico é que ele inicie o processo de recuperação com a fisioterapia do clube até o fim da semana. A estimativa para o retorno aos gramados é entre três a quatro semanas.

Esta foi a segunda lesão do jogador na temporada. Em junho, João Ricardo precisou passar por um procedimento cirúrgico na mão direita após sofrer a lesão na estreia do Ceará no Brasileirão, na vitória por 3 a 2 diante do Grêmio. Na ocasião, o goleiro iniciou a partida como titular, mas foi substituído no intervalo do jogo.

O goleiro de 32 anos chegou ao Alvinegro para a disputa da temporada 2021, vindo da Chapecoense-SC, campeã da Série B 2020. Ele atuou em seis partidas, todas elas quando o Ceará escalou um time alternativo em campo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Richard, do Ceará, é o goleiro com a maior percentual de jogos sem sofrer gols no Brasileirão

CEARÁ
17:38 | Ago. 03, 2021
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Titular em 10 dos 14 jogos disputados pelo Ceará no Brasileirão 2021, Richard é o goleiro com maior porcentagem de jogos sem sofrer gols no certame nacional. O dado é do site de estatísticas, Sofascore. De acordo com a plataforma, o arqueiro passou 60% dos jogos em que defendeu o Vovô sem ser vazado.

Ceará é a equipe com melhor aproveitamento contra os times do atual G-6 da Série A

Nessas disputas, o Ceará soma três vitórias, seis empates e uma derrota. Até o momento, o defensor tomou sete gols no Brasileirão. Três foram marcados pelo time do Santos, um pelo São Paulo, dois pelo Cuiabá e um pelo Fortaleza. Dos times que enfrentou, Richard defendeu as redes com êxito diante de Chapecoense, RB Bragantino, Juventude, Fluminense, Athletico-PR e Sport.

Na série invicta de 10 jogos no Brasileirão, somente três times pontuaram mais que o Ceará

No ranking de goleiros com as maiores porcentagens de jogos sem sofrer gols no Brasileirão, Éverson, do Atlético-MG, e Fernando Miguel, do Atlético-GO, aparecem na segunda e terceira colocação com 50% e 46%, respectivamente. Marcos Felipe, do Fluminense, possui 45% de jogos sem tomar gols e Mailson, do Sport, 43%. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags