PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"É o jogo mais importante do ano", diz Bruno Pacheco, do Ceará, sobre Clássico-Rei da Copa do Brasil

O Vovô terá o Fortaleza pela frente na próxima quinta-feira, 10, pelo jogo de volta da terceira fase

Gabriel Lopes
15:48 | 08/06/2021
Lateral-esquerdo Bruno Pacheco com a bola no jogo Fortaleza x Ceará, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)
Lateral-esquerdo Bruno Pacheco com a bola no jogo Fortaleza x Ceará, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil (Foto: Felipe Santos/cearasc.com)

O momento decisivo do Clássico-Rei da Copa do Brasil se aproxima. Quinta-feira, 10, às 21h30min, Ceará e Fortaleza se enfrentam na Arena Castelão pelo jogo de volta da terceira fase do torneio nacional. Na ida, empate por 1 a 1. Dessa forma, quem vencer este embate avança às oitavas de final e acumula mais R$ 2,7 milhões de cota da competição. Em entrevista coletiva concedida à imprensa nesta terça-feira, 8, o lateral-esquerdo do Vovõ Bruno Pacheco ressaltou a importância desta partida.

É o jogo mais importante para a gente do ano. Eu sempre digo que o próximo jogo é o mais importante. Mas essa é uma decisão. A questão financeira também vai ser ótima. Se trata de um clássico, temos que ganhar, buscar a vitória. Nas decisões desse ano tivemos aprendizado. Temos mais uma oportunidade para conseguir a classificação”, disse.

O Ceará enfrentou o Leão quatro vezes neste ano e não conseguiu vencer nenhuma vez. No recorte, que engloba Copa do Nordeste, Campeonato Cearense e Copa do Brasil, foram três empates e um triunfo do Tricolor. Bruno abordou essa sequência sem sucessos nos clássicos e se demonstrou incomodado com isso.

“É sempre importante vencer os jogos, principalmente os clássicos. Sabemos da importância dele, para o clube, para a cidade, para o torcedor. Quando as vitórias nos clássicos não vem, ficamos incomodados sim. Se ganharmos, não pensamos nos últimos resultados, mas na classificação que podemos ter”, explicou.

O lateral de 29 anos atuou em 19 dos 30 jogos do Alvinegro de Porangabuçu na temporada 2021, todas elas como titular. Além disso, somente em três partidas ele foi substituído e não atuou em todos os 90 minutos.