PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Arrancadas e chance de gol: a estreia de Steven Mendoza pelo Ceará no Clássico-Rei

Colombiano deu arrancada do meio de campo, invadiu a área e quase marca primeiro gol pelo Vovô

Lucas Mota
20:13 | 21/03/2021
MENDOZA foi destaque do Ceará no clássico (Foto: FABIO LIMA)
MENDOZA foi destaque do Ceará no clássico (Foto: FABIO LIMA)

Foram 81 minutos em campo no Clássico-Rei. O colombiano Steven Mendoza, de 28 anos, estreou pelo Ceará diante do Fortaleza e deixou impressão positiva. Não fosse o goleiro Felipe Alves, o melhor jogador da partida, o novo camisa 10 do Vovô poderia ter saído como o "herói" do primeiro embate entre as equipes em 2021.

Dribles, arrancadas e constante movimentação. Mendoza não se escondeu no clássico. O jogador foi a principal peça do setor ofensivo alvinegro diante do Tricolor. O meia-atacante se colocava em boas condições para ser acionado pelos companheiros nos dois lados do campo. Ora corria pela direita, ora recebia a pelota na esquerda.

Na principal jogada do colombiano no Clássico-Rei, ele mostrou porque é chamado de "Speed". Mendoza arrancou do meio de campo para receber passe em profundidade do meia Vina. O camisa 10 saiu atrás do volante Matheus Jussa e do zagueiro Juan Quintero, ambos do Fortaleza e ultrapassou os rivais na corrida. Com a bola nos pés, o atleta alvinegro se livrou do defensor do Leão e ficou frente a frente para o goleiro Felipe Alves, que evitou o gol do Vovô ao segurar a finalização de Steven.

Na segunda etapa, o meia-atacante se aproveitou de bobeada do lateral-esquerdo Carlinhos, roubou a bola e arrancou no terço final do campo ofensivo. Na entrada da grande área, ele rolou para a finalização de Fernando Sobral, obrigado bela defesa de Felipe Alves.

A estreia do colombiano agradou torcedores, que publicaram elogios ao jogador nas redes sociais. As características do reforço encaixam perfeitamente no estilo de jogo adotado pelo técnico Guto Ferreira. Um velocista com a qualidade técnica de Mendoza pode elevar a efetividade do sistema aplicado por Gordiola, de transição ofensiva e contra-ataques rápidos. Além da força física para arrancadas, o novo camisa 10 sabe finalizar e tem capacidade de servir os companheiros.

A contratação de Mendoza supre a saída de Léo Chú, atacante de 20 anos que retornou ao Grêmio após o fim do empréstimo. O colombiano é um jogador experiente, rodado e com bagagem em competições de alto nível. Não à toa a diretoria alvinegra abriu os cofres para adquiri-lo em definitivo até o fim de 2023 - 600 mil euros por 60% dos direitos econômicos. A expectativa é de que ele possa assumir o protagonismo na equipe junto a Vina, principal destaque do Ceará na temporada passada com 23 gols e 19 assistências.

O Vovô repete o planejamento de 2020, quando já formou um plantel forte no início da temporada. O clube tem pela frente em 2021 o Campeonato Cearense, a Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Série A e Sul-Americana. Até o momento, contando com Mendoza, o time do Porangabuçu anunciou 13 contratações, entre elas o retorno em definitivo do meia-atacante Lima, que custou R$ 3,5 milhões.