PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

De olho no Fluminense, Ceará terá primeira semana cheia para treinos após três meses

Vovô enfrentou uma maratona sem descanso de partidas no meio e no fim de semana durante três meses

Lucas Mota
18:43 | 12/10/2020
Fernando Sobral é um dos jogadores que mais entrou em campo pelo Ceará na retomada dos jogos, em julho (Foto: Israel Simonton/Ceará SC)
Fernando Sobral é um dos jogadores que mais entrou em campo pelo Ceará na retomada dos jogos, em julho (Foto: Israel Simonton/Ceará SC)

Goleada, cinco gols marcados e nenhum sofrido. Desta forma, o Ceará vencia o Barbalha no Campeonato Cearense, em 13 de julho deste ano, na retomada dos jogos no Estado após período de paralisação devido à Covid-19. Desde então, o Vovô enfrentou uma maratona sem descanso de partidas no meio e no fim de semana durante três meses, disputando Campeonato Cearense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

+ Ceará tem técnico e três jogadores suspensos para enfrentar o Fluminense

Depois de superar o Corinthians de virada no último domingo, 11, a equipe terá pela primeira vez, desde julho, uma semana cheia para treinar e descansar de forma adequada. Será um período importante para recuperar jogadores e se preparar para nova maratona de jogos decisivos, que incluem o Brasileirão, a final do Campeonato Cearense e o mata-mata na Copa do Brasil.

O Alvinegro do Porangabuçu, mesmo diante das dificuldades em meio ao excesso de partidas e pouco tempo de recuperação do elenco, se saiu bem. Sob o comando de Guto Ferreira, o time foi campeão da Copa do Nordeste, está na decisão do Estadual, se classificou para as oitavas de final da Copa do Brasil e se encontra em 11º na Série A do Campeonato Brasileiro. Apesar disso, ficou nítido o desgaste físico dos jogadores, com registro de lesões, e a necessidade de descanso.

O treinador Guto Ferreira perdeu jogadores importantes durante o curto intervalo de confrontos. Entre atletas que tiveram lesões, estão o volante William Oliveira, que se recupera de cirurgia no joelho direito, e o zagueiro Klaus, que teve lesão muscular e desfalca o escrete cearense há dois meses.

O caso mais recente de lesão muscular foi do lateral-direito Samuel Xavier. O jogador teve contusão na coxa esquerda no jogo da ida da final do Campeonato Cearense e ficou de fora duas duas partidas seguintes na Série A, diante do Palmeiras e do Athletico-PR. Ele retornou na última rodada contra o Corinthians e se lesionou novamente.

Gordiola também precisou poupar atletas importantes no elenco sob risco de lesão. Desta forma, jogadores decisivos já tiveram que começar partidas no banco de reservas ou até mesmo nem ser relacionado.

Com a semana cheia, o técnico poderá não só recuperar o condicionamento físico dos atletas, mas também ajustar questões táticas. Entre elas, adaptar a lateral-direita com um jogador improvisado. Samuel Xavier e Eduardo, por causa do terceiro cartão amarelo e do vermelho, cumprem suspensão no próximo jogo contra o Fluminense, no sábado.

O próprio Guto e o zagueiro Luiz Otávio também estarão fora por conta do acúmulo de cartões amarelos.

"Temos um calendário bastante difícil. São mais de 85 dias, e agora que vamos ter a semana (cheia) para tentar recuperar vários jogadores e ajustar detalhes dentro da equipe. É importante ter o crescimento desses jogadores", afirmou o treinador após a vitória sobre o Corinthians.