Participamos do

Ainda sem estrear no Ceará, atacante Saulo Mineiro será submetido a procedimento cardíaco

O problema do atleta tem diagnóstico anterior a contratação e o Vovô afirma que resolveu, por prudência, realizar o procedimento para maior segurança
22:18 | Set. 28, 2020
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Reforço no ataque do Ceará, Saulo Mineiro será submetido a um procedimento para correção de um distúrbio coronário. Treinando no Vovô desde o último dia 21, o atleta de 23 anos ainda não estreou com a camisa alvinegra. Vindo do Volta Redonda, ele é impossibilitado de jogar a Copa do Brasil e só poderia atuar este ano pela Série A e nos jogos da final do Campeonato Cearense. Contudo, o departamento de Comunicação informou que Saulo passará pelo procedimento no dia do Clássico-Rei pelo Estadual, na quarta-feira, 30.

De acordo com o clube, o atleta passou por exames e ficou decidido pela intervenção em um problema anterior a vinda do atleta para o Ceará. A correção será de um distúrbio de condução elétrica cardíaca. "Um procedimento simples, que era pra ter sido realizado há muito tempo", afirma nota. A expectativa de retorno do atleta aos treinos, de acordo com o clube, é de sete dias.

Leia mais | Reforço do Ceará, Saulo Mineiro fala em paciência para ter oportunidade e sonho de jogar Série A

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Questionado do porquê de iniciar os treinos com atleta desde o dia 21 sem que os exames tivessem sido feitos antes, o assessoria do Ceará  afirmou que o "atleta estava atuando pelo Volta Redonda, assintomático e com pequeno risco, mesmo liberado para atividade profissional desde 2015, conforme laudo emitido pelos cardiologistas do Instituto Dante Pazzanese, de São Paulo".

Ao chegar ao Ceará, enquanto realizava exames de rotina, Saulo treinava monitorado pelo DM. E o departamento "resolveu, por prudência, realizar o procedimento para maior segurança do atleta e do clube, após consulta aos cardiologistas cearenses".

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags