Participamos do

Oitavas, premiação e 100% em mata-mata: o que está em jogo para o Ceará na Copa do Brasil

Vovô enfrenta o Brusque nesta quarta-feira, 16, e disputa mais do que só uma vaga na próxima fase da competição
12:24 | Set. 16, 2020
Autor Vinícius França
Foto do autor
Vinícius França Repórter de Esportes do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Copa do Brasil é uma competição que premia bastante quem consegue chegar o mais longe possível em suas fases eliminatórias. As premiações milionárias e a possibilidade de conquistar um grande título em um torneio de médio prazo são grandes atrativo para várias equipes do Brasil inteiro. E o Ceará não deixa de ser uma delas.

O Vovô enfrenta o Brusque nesta quarta-feira, 16, às 21h30min, no estádio Augusto Bauer, em jogo de ida pelas quartas de final da competição. Há muitas coisas em jogo para a equipe de Guto Ferreira entrar motivada para enfrentar o time catarinense e conseguir a classificação, seja pelo aspecto financeiro, seja pela reafirmação do trabalho do treinador.

Oitavas após cinco anos

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Desde que o regulamento da Copa do Brasil mudou em 2017, o Ceará não estava conseguindo chegar às oitavas de final da competição. Sempre parava, no máximo, na terceira fase, sendo eliminado por Athletico-PR e Corinthians em 2018 e 2019, respectivamente. Se passar pelo Brusque, a equipe jogará as oitavas pela primeira vez desde 2015, quando foi eliminado pelo São Paulo.

Vale lembrar, porém, que por ter sido campeão da Copa do Nordeste o Vovô já está automaticamente classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil em 2021. Porém, o duelo contra o Brusque pode ser a primeira vez que o Alvinegro chega à fase final da competição passando por todas as outras fases anteriores, o que gera um ganho financeiro muito maior.

Premiação milionária

O Ceará já acumulou R$ 5,4 milhões ao eliminar Bragantino-PA, Oeste e Vitória na Copa do Brasil. Se passar pelo Brusque, mais R$ 2,6 milhões vão entrar nos cofres de Porangabuçu. Assim, o faturamento do Vovô em cotas no torneio de mata-mata vai chegar a R$ 8 milhões. É um dinheiro polpudo, que vem em ótimo momento por conta das dificuldades financeiras encaradas na pandemia do novo coronavírus.

No último mês de agosto, o Ceará já tinha ganho R$ 1 milhão por ter sido campeão da Copa do Nordeste sobre o Bahia. Pela competição regional, o clube embolsou R$ 3,875 milhões no total.

100% de Guto em mata-matas

Desde que assumiu o Vovô, Guto Ferreira não perdeu sequer um jogo de mata-mata. E nem empatou: o aproveitamento do técnico é de 100%, tendo vencido todas as partidas eliminatórias em que comandou a equipe. Superou Ferroviário no Campeonato Cearense, Vitória, Fortaleza e Bahia no Nordestão, e Vitória na Copa do Brasil.

Diante do Brusque, o objetivo é conquistar um bom resultado fora de casa, o que pode ser tanto um empate quanto um triunfo. Porém, com o retrospecto recente, é esperado que o Ceará busque sair de campo com a vitória. Para isso, o Vovô terá que imprimir ao Brusque a sua segunda derrota dentro de casa depois do Quadricolor passar um ano invicto como mandante.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags