PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Guto Ferreira salienta superação do Ceará ao vencer o Clássico-Rei: "tivemos um dia para trabalhar"

Alvinegro venceu Tricolor do Pici por 1 a 0 com gol marcado pelo meia Vinicius Vina marcado aos 43 minutos do primeiro tempo; veja principais momentos da coletiva com vídeos

Iara Costa
22:55 | 02/09/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 26.08.2020: Guto Ribeiro. Ceara x Fortaleza, na Arena Castelão pelo Campeonato Brasileiro. em época de COVID-19.  (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVOS)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 26.08.2020: Guto Ribeiro. Ceara x Fortaleza, na Arena Castelão pelo Campeonato Brasileiro. em época de COVID-19. (Foto: Aurelio Alves/ O POVO). (Foto: Aurelio Alves/ O POVOS)

Entre viagens e um calendário apertado, o Ceará teve apenas um treino para se preparar para o primeiro Clássico-Rei da Série A. Mesmo assim, ao final do apito final, foi o Alvinegro quem levou os três pontos para casa após vencer o Fortaleza por 1 a 0

Em coletiva cedida após a partida, o técnico Guto Ferreira descreveu como "superação, com certeza", o fato do time ter conseguido, pela segunda vez sob seu comando, vencer o Leão de Rogério Ceni, mesmo com pouco tempo para treinamento. 

"Tivemos um dia para trabalhar, mas aproveitamos para fazer um descanso ativo. Fizemos o trabalho mais simples possível, uma posse estruturada dentro do posicionamento dos jogadores, com campo reduzido e com um tempo extremamente curto. O resto do trabalho foi através de vídeos, explicação em termos de lousa, fotos, enfim, bate papo. Treinamento muito mais visual do que o treinamento na prática, no exercício do jogo porque o calendário não nos permite", revelou Guto Ferreira, que avaliou a maneira que o elenco se portou dentro da partida.

"O mais importante é que nosso grupo sabe o que quer, se entregou de tal maneira que se superou dentro de campo. Não fizemos uma pressão tão alta como nas outras partidas, baixamos um pouco a pressão, conseguimos controlar os lados do campo, que eles tem muito forte e, quando ia para dentro, a gente conseguia encaixotar e roubar bola. (Criamos) situações de jogo a partir disso. Quando conseguíamos jogar, encorpávamos dentro do campo de ataque e foi assim que a gente criou algumas situações no primeiro tempo", explicou o treinador.

Apesar de ter feito uma boa avaliação da atuação do Vovô com pouco tempo de treino, Guto aproveitou a ocasião para criticar o atual calendário do futebol brasileiro e o pouco tempo para preparação entre os jogos.

"Agora vamos para o jogo contra o Santos com mais um jogo acumulado e, novamente, sem ter nem 72 horas de descanso. Fazer o que? Vamos estudar uma maneira de poder colocar algumas peças para equilibrar a parte física da equipe, as peças mais descansadas e os outros vão para a superação novamente. Assim vamos buscando os resultados e, graças a Deus, tem dado certo", comentou.

O Ceará volta a campo no próximo sábado, 5, quando enfrenta o Santos, às 21 horas, no Castelão.

Leia também: "Hoje conseguimos dar o nosso melhor", exalta Luiz Otávio após vitória do Ceará no Clássico-Rei