PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

"Jogar em campos iguais deixa a competição mais justa", diz Tiago Pagnussat sobre Nordestão em sede única

Jogador ainda elogiou o protocolo de segurança sanitária do Vovô, além de lamentar lesão no início da temporada

17:43 | 16/06/2020
Tiago Pagnussat é um dos reforços do Ceará em 2020  (Foto: Fausto Filho/cearasc.com)
Tiago Pagnussat é um dos reforços do Ceará em 2020 (Foto: Fausto Filho/cearasc.com)

Após reunião remota, os clubes da Copa do Nordeste decidiram por sede única para a continuação da competição. Na tarde desta terça-feira, 16, em coletiva de imprensa, o zagueiro do Ceará, Tiago Pagnussat, opinou positivamente sobre a decisão. Para o defensor, jogar em campos e gramados semelhantes, traz mais competitividade.

"Eu vejo dos dois pontos, o fator casa e local, que isso com certeza ajuda quem é da cidade, isso conta. Mas por outro lado acredito que seja bom porque todos os jogos serão em campos iguais, bons, e isso faz com que se tenha uma competição mais justa. Mesmo gramado, mesmas condições. Vejo isso com bons olhos", declarou o jogador.

Quando chegou no Ceará, Tiago seria utilizado como titular no início da temporada. Ao lado de Luiz Otávio, estreou no 11 inicial logo no primeiro jogo do Alvinegro, mas acabou se lesionando e ficando de fora por um mês. Após, Klaus fez a dupla de zaga e as boas performances foram mantendo o jogador. Tiago comentou o assunto, lamentando a lesão, mas garantindo voltar forte para brigar pelo espaço.

"Um azar enorme no primeiro jogo do campeonato, depois de toda a preparação, dedicação e você acaba sofrendo um trauma. Acabou me tirando de combate por um mês. Como o Ceará tem jogadores em todas as posições que são muito bons, e competitivos, acabaram que foram muito bem e isso acarretou em poucas oportunidades. Mas futebol é assim, a gente vai trabalhando forte para voltar, voltar bem e estar disposto de estar pronto e ajudar o Ceará dentro de campo", comentou o defensor.

Por fim, Tiago ainda elogiou bastante o protocolo realizado pelo Ceará no retorno aos treinos presenciais. "Desde o primeiro momento que você pisa do CT, é totalmente monitorado. Desde controle de temperatura, higienização... está tendo tudo controlado. A gente até brinca que toma um susto, porque acha estranha o tanto de protocolos que precisamos fazer para ter a segurança no trabalho. Foi muito bem elaborado. Estamos muito seguros para trabalhar porque está sendo tomados muitos cuidados. Nos higienizando, distanciamento social, máscara, exame de rotina", completou o zagueiro.

Listen to "#98 - Futebol sem torcida: torcedores de Ceará e Fortaleza opinam" on Spreaker.