PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Relembre os líderes de assistências pelo Ceará nas últimas 5 temporadas

Esportes O POVO faz o torcedor lembrar os maiores "garçons" que passaram por Porangabuçu desde 2015

Vinícius França
15:16 | 25/04/2020
Ricardinho foi líder do ranking em duas temporadas diferentes
Ricardinho foi líder do ranking em duas temporadas diferentes (Foto: Mateus Dantas)

Enquanto a bola ainda não tem previsão de rolar no futebol brasileiro, a aposta na retrospectiva e na memória do torcedor tem sido algo cada vez mais recorrente. Nas últimas temporadas, o Ceará teve temporadas marcantes, com conquista inédita, acesso para a primeira divisão e permanências garantidas na elite. Assim, não faltam jogadores para qualquer alvinegro recordar os bons momentos.

Recentemente, o Esportes O POVO relembrou os cinco artilheiros do Vovô nas últimas cinco temporadas. Pode ser um desafio mais fácil para o torcedor assíduo, que acompanha o dia a dia do time. Mas para aumentar a dificuldade e refrescar a memória, fica a pergunta: quem foram os maiores garçons do Alvinegro em 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019?

No domingo, 24, o Esportes O POVO também relembra os cinco maiores garçons do Fortaleza nas últimas cinco temporadas. Siga no Twitter, Facebook e Instagram e não perca a postagem!

Com dados do torcedor e pesquisador Mário Henriques, confira os últimos líderes de assistências do Ceará. Você conseguiria lembrar todos de cabeça?

2015 - Ricardinho (12)

O ano de 2015 foi uma “dobradinha” para Ricardinho. O meia, que já atuava com a camisa alvinegra desde 2013, foi o maior artilheiro do Vovô na temporada, com 16 gols, e ainda deu 12 assistências, superando todos os companheiros de equipe por uma margem significativa. Naquele ano, Ricardinho foi determinante na conquista inédita da Copa do Nordeste, marcando um gol e dando duas assistências nas duas finais, e puxou a responsabilidade para comandar uma grande reação e evitar a queda para a Série C.

Três maiores garçons de 2015: Ricardinho (12), Magno Alves (7), Wescley, Assisinho, Rafael Costa, Marinho e Alex Amado (4)

2016 - Bill (10)

Bill chegou no Ceará em 2016 com a expectativa de fazer uma grande temporada. Apesar de terminar o ano sem títulos e sem o acesso para a primeira divisão, o atacante fez uma das melhores temporadas da sua carreira. Além de marcar 22 gols e ter assumido a artilharia da Série B, o camisa 9 deu dez passes para os companheiros balançarem as redes, totalizando 32 participações em gol – mais até do que Ricardinho no ano anterior.

Três maiores garçons de 2016: Bill (10), Serginho (9), Felipe Silva e Eduardo (5)

2017 - Romário (8)

No ano em que subiu para a elite do futebol brasileiro, o Ceará teve o lateral Romário como líder de assistências. O jogador, que atuava pelo lado esquerdo de campo, deu oito passes para gol, sendo o garçom do Vovô na disputa da Série B. Romário se destacou e acabou sendo vendido para o Santos no ano seguinte. Acabou retornando a Porangabuçu no primeiro semestre de 2018, mas sem render tanto quanto na temporada anterior.

Três maiores garçons de 2017: Romário (8), Felipe Menezes e Lima (5), Richardson, Tiago Cametá e Ricardinho (4)

2018 - Pio (8)

Pelo segundo ano seguido, um lateral assumiria a liderança do ranking de assistências do Ceará. Dessa vez, o “título” foi para o outro lado do campo, e Pio deu oito passes para gol. Dono de um chute forte, o jogador polivalente, que também atuava como volante, era um dos principais cobradores de falta do Vovô, além de estar a postos para bater os escanteios. Teve um primeiro semestre de destaque, mas perdeu espaço com a chegada de Samuel Xavier e deixou o clube em agosto para reforçar o CSA.

Três maiores garçons de 2018: Pio (8), Richardson (7), Arthur e Wescley (6)

2019 - Ricardinho e Samuel Xavier (6)

Quatro anos depois, Ricardinho volta ao topo da lista de garçons do Ceará. A diferença não foi só o tempo que passou, mas também o nível de exigência: todos os passes do meia foram dados na Série A do Brasileirão. Quem também correspondeu nesse fundamento na elite do futebol brasileiro foi o lateral Samuel Xavier, que igualou o companheiro e rendeu o primeiro “empate” das últimas cinco temporadas. Dois jogadores experientes, com bastante história em Porangabuçu e que ainda se destacam com a camisa alvinegra.

Três maiores garçons de 2019: Ricardinho e Samuel Xavier (6), Felipe Silva e Ricardo Bueno (5), Fernando Sobral e Roger (4)

Listen to "#93 - Robinson de Castro abre o jogo: preocupação com coronavírus, testagem do elenco e volta do futebol" on Spreaker.