PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Fabinho revela que não há mágoa dos jogadores com Enderson: "Ele foi sincero com a gente"

Além disso, volante indica que há expectativas altas do elenco para o trabalho de Guto Ferreira

Gerson Barbosa
17:24 | 14/04/2020
Fabinho foi pilar do Ceará em 2019, principalmente na passagem com Enderson Moreira
Fabinho foi pilar do Ceará em 2019, principalmente na passagem com Enderson Moreira (Foto: Stephen Eilert/Reprodução/Ceará SC)

Depois de retornar ao Ceará para a temporada de 2020, o técnico Enderson Moreira decidiu trocar de time e ir trabalhar no Cruzeiro. Quando foi demitido no ano passado, os jogadores do Alvinegro não gostaram da decisão de mandar o técnico embora. Neste ano, porém, os atletas não ficaram chateados com a saída inesperada do comandante, segundo o volante Fabinho.

"Mesmo ele tendo chegado em pouco tempo em 2020, houve uma proposta da qual ele conversou com nós, jogadores. Ele disse que era muito grato ao Cruzeiro pela oportunidade que o clube deu a ele de entrar no futebol há alguns anos, e o Enderson queria retribuir de alguma forma. Ele entendeu que esse é o momento de retribuir. Ele falou com nós (jogadores) de coração, foi sincero, e nós entendemos. Não fica nenhuma mágoa", garante o volante ao Esportes O POVO.

+ VEJA PRIMEIRA PARTE DA ENTREVISTA COM FABINHO: "Chegamos num bom senso para benefício do clube", revela Fabinho sobre redução salarial

Fabinho explicou que o elenco sente de alguma forma a saída do treinador e sua comissão técnica, dado o carinho que se tem por eles. "Sentimos muito a saída, claro, porque ele e a comissão são pessoas de caráter. É desejar sorte para eles e aproveitar da melhor maneira possível a chegada de Guto Ferreira", comenta o atleta.

Guto Ferreira, inclusive, já trabalhou com Fabinho. O jogador do Ceará rasgou elogios ao novo treinador e garantiu que as expectativas são altas para o trabalho do comandante.

"Trabalhei com Guto no Internacional, em 2017, quando o Inter subiu para a Série A. Experiente, está acostumado a comandar grandes equipes do futebol brasileiro e é vitorioso. A chegada dele vai nos ajudar muito, vamos nos adaptar o mais rápido possível para que juntos possamos alcançar os objetivos do Ceará. Guto vai ser bem sucedido aqui, essa é a nossa expectativa", falou.

VEJA OUTROS TRECHOS DA ENTREVISTA EXCLUSIVA COM FABINHO:

Fabinho sobre pausa repentina do futebol e retorno: "Nós não temos uma data definida de quando voltar, pode ser que dure mais de 30 dias, contando desde a parada. Sabemos que vai começar tudo de novo, a parte física, embora esteja no meio da temporada. Precisamos superar essa dificuldade o mais rápido possível e que possamos nos adaptar ao trabalho do Guto bem rápido para continuar no caminho das vitórias. Acho que no início dos jogos vai faltar um pouco de ritmo de jogo, domínio de bola, mas temos que superar com comprometimento e dedicação no dia a dia".

Fabinho sobre três treinadores no começo do ano e provação de valor para o novo comandante: "Claro que cada um tem sua metodologia de trabalho, maneira de pensar, seu estilo de jogo. Nós jogadores temos que nos adaptar o mais rápido possível ao estilo do Guto. Quando você joga num clube grande como o Ceará, você tem que provar sempre o seu trabalho, em todos os jogos, cada treino. Embora hoje em dia no calendário brasileiro os jogadores terão sequência por fato de desgaste físico, suspensão... considera-se isso tudo, mas no futebol você tem que mostrar em todos os jogos. Se for bem em um, e mal em outro, vai ser cobrado. Tem que provar sempre que tem condições de iniciar a partida".

Fabinho sobre a quarentena: "Um período em que a gente tem que ser prudente, mas o trabalho não pode parar. Sabemos que para um atleta parar por muito tempo não é bom. É interessante manter um ritmo. Estamos chegando quase na metade da temporada e estamos sem jogar, então é importante estar perto da condição ideal quando voltar, porque sofre menos. Eu tenho alguns aparelhos de academia em casa, o Ceará também disponibilizou outros, além de dar uma lista de exercícios. Temos tido um contato diário com o Ceará, com preparadores físicos, fisiologia. Estamos sempre em contato para ficar a cada dia mais próximo do ideal".