PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará empata em 3 a 3 com Safece em jogo-treino no PV

Técnico Argel Fucks colocou todos os jogadores à disposição para atuar. Marthã, Rafael Sobis e Ricardinho não participaram do jogo

Gerson Barbosa
21:16 | 17/01/2020
Jogo amistoso Ceará x Safece, estádio Presidente Vargas.  (Foto: Beatriz Boblitz/O POVO)
Jogo amistoso Ceará x Safece, estádio Presidente Vargas. (Foto: Beatriz Boblitz/O POVO) (Foto: BEATRIZ BOBLITZ)

A torcida do Ceará teve a chance de conhecer o elenco do Ceará para a temporada de 2020, na noite desta sexta-feira, 17, no Estádio Presidente Vargas, o PV. O resultado, porém, não foi condizente com a festa feita. No apito final, o Alvinegro terminou empatado com o Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Ceará (Safece) por 3 a 3. Os gols foram de Mateus Gonçalves, Rodrigão e Bergson para o Vovô e Alan Fabrício, Isac e Maranhão para o Safece.

Antes do jogo começar, houve uma apresentação de cada jogador que iniciou a partida. Naturalmente, o zagueiro Luiz Otávio acabou sendo o mais ovacionado, seguido do goleiro Fernando Prass. Logo após, uma queima de fogos de cerca de três minutos aconteceu no PV.

O embate serviu para o treinador do Ceará, Argel Fucks, analisar como os jogadores estão absorvendo a filosofia que o comandante tem tentado implantar nos treinamentos desta pré-temporada. E, como ele havia prometido, todos os jogadores que estavam à disposição tiveram chance de jogar. Rafael Sobis, Ricardinho e Marthã, porém, não participaram do jogo, uma vez que ainda não atingiram o condicionamento físico necessário.

Agora o Ceará retorna ao foco nos treinamentos para enfrentar o Freipaulistano na estreia pela Copa do Nordeste, domingo da próxima semana, dia 26. O jogo será no PV, sem a presença de torcedores.

O JOGO

Como um treino, a partida começou de maneira lenta. O Ceará não impôs um ritmo forte que é pedido pelo técnico Argel Fucks nos treinamentos. Na disposição tática, conforme o tempo foi passando, a equipe defendia no 4-4-2, mas atacava com algumas variações entre 4-1-4-1, 4-2-3-1 e 4-3-3. O principal trunfo do Alvinegro era o atacante Rodrigão. As jogadas eram quase todas buscando o centroavante.

Mas foi o Safece que abriu o placar. Aos oito minutos, Maranhão recebeu bola dentro da área, limpou a marcação e bateu com calma para vencer Fernando Prass com desvio. O empate do Ceará aconteceu com 17 minutos no marcador, quando Mateus Gonçalves bateu pênalti como manda o manual: goleiro para um lado, bola para o outro.

Depois disso, o Ceará tentou implantar com um pouco mais de ritmo aquilo que mais treina: pressão na saída de bola do adversário. O insucesso normal de pré-temporada, porém, esteve presente no PV. E ainda aumentou, aos 31 minutos, quando Alan Fabrício cobrou falta por cima da barreira e fez o segundo do Safece na partida.

A igualdade aconteceu cinco minutos depois, quando Felipe Baxola cobrou escanteio e Rodrigão cabeceou para o gol. Carente de centroavante desde a saída de Arthur, a torcida do Ceará comemorou esse gol de camisa 9 com mais ênfase que os demais. O Safece, porém, continuou a aguar o chopp do torcedor que compareceu no PV. Com 45 minutos, Isaac aproveitou bola na área e empurrou para o fundo das redes, terminando o primeiro tempo em 3 a 2.

Para o segundo tempo, a equipe do Ceará mudou completamente. Rick, jogando pela esquerda, teve a primeira chance do Alvinegro no jogo. Recebeu a bola, limpou para dentro e arrematou, mas a bola saiu em linha de fundo. Antes disso, Bergson havia perdido duas cabeçadas sozinho dentro da área.

A equipe do segundo tempo apresentou um pouco mais de vontade. Leandro Carvalho, com 14 minutos, conseguiu encontrar Bergson dentro da área, mas a cabeçada do atacante passou próximo do gol adversário. O Safece assustou pela primeira vez com 20 minutos, quando Alan Fabrício recebeu bola em profundidade nas costas da defesa, passou por Diogo Silva, mas errou o chute, mandando na rede pelo lado de fora.

Aos 26, nova chegada do Ceará tentando a virada. Kelvyn, pela esquerda, recebeu bola em profundidade e fez cruzamento rasteiro. Bergson desviou, mas o goleiro fez a defesa. Na sobra, Fernando Sobral mandou de primeira, mas a redonda foi desviada e ficou fácil para o arqueiro.

Conforme o tempo foi passando, o técnico Argel colocou os jogadores da base integrados ao profissional para jogar. O zagueiro Lacerda, o volante Kelvyn, o volante Jadson, o meia Rafael Carvalheira e os atacantes Igor Reis e Cristiano todos jogaram, além de Rick que já estava do ano passado. Contudo, o Alvinegro não conseguiu marcar o gol da vitória, tampouco o Safece, terminando empatado em 3 a 3.