PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
Analise

Análise: Prass é retrato exato de um Ceará que sai da mesmice para dar resposta à torcida

Anunciado na última quarta-feira como reforço alvinegro, o goleiro ex-Palmeiras foi a nona contratação do Vovô nesta janela de transferências. Depois de um 2019 ruim, clube precisava dar resposta à torcida

09:19 | 10/01/2020
Fernando Prass foi uma das contratações anunciadas pelo Ceará nesta janela de transferências que mais repercutiram
Fernando Prass foi uma das contratações anunciadas pelo Ceará nesta janela de transferências que mais repercutiram (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Quando o Ceará encerrou a participação no Brasileirão 2019, conseguiu alcançar a marca histórica do terceiro ano seguido na primeira divisão nacional, algo inédito para o futebol cearense. Apesar do feito, a torcida não estava nem um pouco satisfeita. Em um ano considerado medíocre, o Vovô contratou mal, não conquistou títulos e somou apenas 39 pontos na Série A. Muito abaixo do investimento do começo da temporada.

A diretoria, sempre questionada nos momentos ruins do clube, talvez nunca foi tão bombardeada quanto no último mês de dezembro. As críticas tinham cargo, nome e sobrenome certeiros: o presidente Robinson de Castro, que sabia que precisava dar uma resposta à torcida. Marca própria, inauguração de lojas, reformulação do departamento de futebol. Iniciativas corretas, mas com pouco efeito para renovar o sentimento do torcedor. Era necessário algo capaz de mostrar que, em 2020, o time do coração dos alvinegros voltaria a ser competitivo.

Passadas algumas semanas de "janela", o Ceará anunciou, até agora, exatamente dez contratações, e não poupa esforços para reforçar ainda mais o elenco. Milhões investidos em atletas, empréstimos de jogadores, compra de direitos econômicos. Movimentações no mercado que chamaram a atenção até de outras torcidas — o Vovô virou alvo de boatos nacionais para valorizar jogadores. Entre tantos ditos e não ditos, a contratação mais simbólica até agora é a do experiente goleiro Fernando Prass.

Tudo que o Vovô fez nas últimas semanas tem um único objetivo: voltar a vencer. Ser competitivo é importante, mas conquistar novos feitos e levantar taças é o que o torcedor realmente quer ver. E nenhum outro jogador do Ceará entende isso como Prass, bicampeão da Copa do Brasil e do Brasileirão. O foco da questão não é apenas a qualidade técnica do ex-goleiro palmeirense. Liderança, espírito vencedor e caráter em campo são o que chamam a atenção e espantam as desconfianças sobre a aparente idade avançada para o esporte — ele completa 42 anos já no próximo mês.

Entender a natureza por trás do mercado da bola não é só analisar quem vai e quem vem. Clubes de futebol têm histórias, processos e querem ser referências nos seus campos de atuação. Há dez anos, o Ceará nunca sonharia em reforçar o elenco como faz hoje. Talvez jamais pensaria que teria a maior folha salarial da história depois de poupar, investir e reduzir dívidas de naturezas diversas. Contratar Charles, Bruno Pacheco, Rafael Sóbis e todos os outros também é um recado dado pelo Alvinegro não só à torcida, mas também aos concorrentes no futebol brasileiro.

Evidentemente, ninguém pode cravar como será o ano do Vovô em 2020. Assim como a possibilidade do sucesso é real, o fracasso pode bater à porta ao longo da temporada que já começou. O futebol é um esporte que só cativa e emociona por isso: pela linha extremamente tênue entre a felicidade da vitória e a frustração da derrota. Se não fosse assim, não existiria sequer a necessidade de falarmos sobre Ceará, Fortaleza ou qualquer outra equipe do Brasil.

Mas esta análise não é sobre o que pode ou não acontecer, nem sobre o depois, e sim sobre o agora. Neste momento, o Ceará definiu bem os objetivos neste mercado. O terceiro ano seguido da Série A pode não ter sido encarado com muita empolgação, mas os efeitos desse recorde já podem ser sentidos na nova realidade que o Vovô quer desenhar para si. Ninguém sabe o que acontecerá nos próximos meses de 2020. Mas já sabemos o que aconteceu: o Ceará mandou um recado à torcida, à imprensa e aos outros times de que fará de tudo para voltar a vencer.