PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Primeiro reforço do Ceará, lateral-direito Eduardo é apresentado em Porangabuçu

Pré-temporada do Vovô começou nesta segunda-feira, 6

16:19 | 06/01/2020
Jorge Macedo apresentou o lateral-direito Eduardo na tarde desta segunda-feira, 6, em Porangabuçu
Jorge Macedo apresentou o lateral-direito Eduardo na tarde desta segunda-feira, 6, em Porangabuçu (Foto: Lucas Mota/O POVO)

Primeiro reforço anunciado pelo Ceará para a temporada 2020, o lateral-direito Eduardo foi apresentado na tarde desta segunda-feira, 6, mesma data em que o clube iniciou sua pré-temporada. Em entrevista coletiva, o jogador destacou querer entrar na história do clube, elogiou o companheiro de posição Samuel Xavier e falou sobre a os motivos que o fizeram escolher o Ceará.

Revelando ter recebido proposta do CSA, o jogador destacou que a referência em termos financeiros do clube foi um dos pontos que o fizeram escolher o clube. "Recebi outra proposta do Nordeste, do CSA, clube da minha cidade. Meu pai é torcedor do CSA. Mas recebi proposta do Ceará e não pensei duas vezes pela grandeza do clube e por ser referência no Brasil. Quero entrar para a história do clube. Em relação a quem me contratou, só me deu boas referências. Em termos financeiros, qualquer jogador quer jogar em um clube que paga bem. Os objetivos do clube é fazer belas campanhas, que nesse ano possamos ter muitas vitórias", destacou.

Questionado sobre qualquer desconfiança que possa vir pela torcida, por conta da falta de conquistas no ano de 2019, Eduardo se disse compreensivo ao torcedor. "Isso é normal. Quando as coisas não acontece o torcedor fica com pé atrás. Mas vamos guerrear a todo momento para levar alegria para ele e para nós também. Sempre fui participativo nos jogos e espero fazer isso aqui. Respeito os jogadores que estão aqui, eles tem potencial, mas vou buscar meu espaço", expressou.

O lateral frisou que gosta bastante de treinar e enxerga que haverá uma disputa saudável entre ele e Samuel Xavier, seu também companheiro de posição. "Gosto muito do futebol dele (Samuel). Vai ser uma briga sadia, evoluindo, um puxando o outro. Isso é muito bom. Só quem tem a ganhar é o Ceará. Ter um jogador do nível dele para disputar, a gente acaba evoluindo também. É bom pra mim e pra ele", disse.

Apesar de elogiar o novo colega de elenco, o lateral expôs que irá trabalhar para conquistar seu espaço na equipe. "Na verdade, eu trabalho, treino muito. Para chegar a perfeição você tem que treinar. Às vezes você tem uma bola só em um jogo, então tem que saber aproveitar as oportunidades no jogo e se preparar para isso", contou.

Ao final da coletiva, o jogador ainda desabafou ter passado por problemas financeiros no clube que defendia. "Passei por muita coisa ano passado. Não existe ficar 8 meses sem receber salário, não existe em empresa nenhuma vai ficar 8 meses sem receber e funcionário não fazer greve. E jogador, se fizer greve a torcida xinga de mercenário, sem dinheiro. Isso eu n admito. Eu não gosto de mentira. Pra mim, quem mentiu pra mim ta mentindo para minha familia. A verdade me motivou a vir pra cá, a seriedade, estrutura e a ambição que tem o clube", finalizou.

Assista a coletiva completa:

Ouça o novo episódio do FUTCAST:

Listen to "#82 - Balanço da temporada de 2019 de Ceará e Fortaleza" on Spreaker.