PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Lisca se aproximou de retorno ao Ceará, mas vitória sobre o Bahia garantiu manutenção de Adílson

Negociação não avançou devido à vitória do Alvinegro do Porangabuçu diante do Bahia, de virada, no estádio Pituaçu, em Salvador

Lucas Mota
15:47 | 28/11/2019
Lisca deixou o Ceará em abril deste ano
Lisca deixou o Ceará em abril deste ano (Foto: FOTOS Mateus Dantas)

Especulado novamente para voltar ao Ceará após a queda de Adílson Batista, o técnico Lisca esteve perto de retorno na 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Entretanto, conforme apuração do Esportes O POVO com fontes ligadas ao clube, a negociação não avançou devido à vitória do Alvinegro do Porangabuçu diante do Bahia, de virada, no estádio Pituaçu, em Salvador.

Na ocasião, Adílson Batista balançava no cargo de treinador após três derrotas e uma vitória. O Ceará estava em 15º com 29 pontos e corria o risco de ser ultrapassado pelo Cruzeiro e Fluminense e entrar na zona de rebaixamento.

Na semana de preparação para encarar o Bahia, Lisca chegou a ser sondado pela diretoria do Ceará. Os planos visavam acerto com o treinador gaúcho até o fim de 2020. Naquele momento, restavam 12 jogos para o Vovô encerrar sua participação na Série A 2019.

Em 2015, Lisca foi contratado pelo Ceará faltando oito jogos para o fim da Série B e salvou o clube do rebaixamento. Em 2018, comandou a arrancada do Vovô na contra a degola desde a 10ª rodada e garantiu a permanência do clube na elite do futebol nacional.

Somando o ano passado e atual como técnico do Ceará, Lisca esteve à frente do time em 54 jogos. Foram 21 vitórias, 13 derrotas e 20 empates, perfazendo um aproveitamento de 51,2% dos pontos disputados.

Somando o ano passado e atual como técnico do Ceará, Lisca esteve à frente do time em 54 jogos. Foram 21 vitórias, 13 derrotas e 20 empates, perfazendo um aproveitamento de 51,2% dos pontos disputados.

Já no período entre 2015 e 2016, Lisca comandou O Ceará em 28 jogos, obtendo 18 vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

Listen to "#79 - Violência no Clássico-Rei: o que deu errado e a possibilidade de torcida única" on Spreaker.