Participamos do

Pedro Ken e Chico disputam vaga e colocam dúvida em Adílson Batista

Dependendo da escolha, o Ceará pode ter uma postura mais ofensiva ou defensiva para encarar o São Paulo, neste domingo, no Castelão
15:02 | Nov. 22, 2019
Autor Lucas Mota
Foto do autor
Lucas Mota Repórter na editoria de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O técnico Adílson Batista tem uma dúvida sobre o time titular para encarar o São Paulo, em duelo decisivo na briga pela permanência na Série A, neste domingo, 24, no Castelão. O volante Pedro Ken e o meia Chico disputam uma vaga na equipe, abrindo possibilidades de estilos de jogo distintos para o escrete alvinegro.

+ Ceará precisa subir de produção no ataque para garantir permanência na Série A

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Caso Adílson opte por Pedro Ken, o técnico vai manter o esquema que mais utilizou desde a sua chegada, com três volantes. Desta forma, o jogador formaria o trio com Ricardinho e Fabinho.

Com a trinca em campo, o Ceará passa a ter um jogo mais conservador, protegendo o sistema defensivo e explorando os contra-ataques. A escolha de Pedro Ken libera o volante Fabinho para se lançar pela ponta-direita e ajudar o setor ofensivo, fazendo dupla com Samuel Xavier. Assim, Pedro Ken e Ricardinho ficam responsáveis pela saída de bola alvinegra.

A opção de Chico dá mais mobilidade e leveza ofensiva ao Ceará. O esquema com o meia foi usado no último jogo do Vovô diante da Chapecoense, quando a equipe entrou em campo no 4-2-3-1. Apesar da função ofensiva pelo lado direito, Chico tem a missão também de recompor o meio-de-campo e se juntar a Fabinho e Ricardinho na marcação à frente da zaga.

O trio ofensivo deve ser mantido: Felipe Baxola, Thiago Galhardo e Bergson. Apesar de ter desfalcado os treinos na semana por questões pessoais, Galhardo voltou a treinar nessa quinta-feira, 21, e dificilmente perderá uma vaga entre os titulares. O camisa 89 caiu de produção no segundo turno, mas é o artilheiro do Ceará na Série A e na temporada, com dez gols, e peça importante no elenco.

O sistema defensivo é outro que não sofrerá mudanças. Com Diogo Silva no gol, o quarteto da defesa de linha será formado por Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas.

Provável time: Diogo Silva; Samuel Xavier, Luiz Otávio, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho e Pedro Ken (Chico); Baxola, Galhardo e Bergson.

São Paulo com desfalques

O técnico Fernando Diniz não poderá contar com o centroavante Pablo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem deve ser o substituto é Raniel, contratado no meio de 2019, vindo do Cruzeiro.

O camisa 21 ainda não engrenou pelo tricolor paulista desde a sua chegada. Ele marcou apenas um gol pelo São Paulo, na goleada por 4 a 0 contra a Chapecoense, há quatro meses. Desde então, foram 11 jogos sem balançar as redes.

Além de Pablo, Fernando Diniz pode ter mais um desfalque. O lateral-esquerdo Reinaldo não treinou nessa quinta-feira devido a uma amigdalite. O substituto imediato é Léo. A boa notícia no Tricolor é a recuperação de Arboleda, que chegou a ser dúvida na semana por problemas musculares. Quem deve retornar ao time também é Anthony, que foi cortado da seleção sub-23 por lesão muscular.

Provável time: Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Tchê Tchê e Liziero; Daniel Alves, Antony e Vítor Bueno; Raniel (Igor Gomes).

OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST:

Listen to "#79 - Violência no Clássico-Rei: o que deu errado e a possibilidade de torcida única" on Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags