PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Com dois gols de Luiz Otávio, Ceará vira em cima do Bahia e sai do Z4

O zagueiro marcou dois gols de cabeça no final do jogo e conquistou a vitória para o Vovô, fora de casa

21:29 | 21/10/2019
Bahia e Ceará se enfrentaram pela 27ª rodada da Série A
Bahia e Ceará se enfrentaram pela 27ª rodada da Série A (Foto: Felipe Oliveira / ECBahia)

Em noite inspirada do zagueiro Luiz Otávio,  Ceará venceu o Bahia de 2 a 1, em partida válida pela 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com primeiro tempo morno, o Vovô esteve atrás do placar no estádio Pituaçu, em Salvador, no segundo tempo, após gol de Artur. Ficou para o zagueiro de Luiz Otávio a missão de empatar e depois virar, em dois gols de cabeça, após cobranças de escanteios nos minutos finais. 

Com o resultado, o Ceará chegou aos 29 pontos, fica em 15º na tabela, e deixa a zona de rebaixamento. Ceará volta a campo, no próximo sábado, 26, às 17 horas, na Arena Castelão, contra o Vasco. Já o Bahia, no mesmo dia, às 19 horas, na Fonte Nova, recebe o Internacional.

O JOGO

Tempo inicial começou truncado, com as duas equipes se estudando e concentrando o jogo no meio de campo. A primeira tentativa finalização veio aos 11 minutos, com Guerra e Gilberto, e ainda assim, sem perigo. Os time se alternaram na posse de bola, e abusaram de erros, o que deixou o primeiro tempo lento. Aos 25 minutos, o Ceará ainda não tinha conseguido concluir nenhuma jogada ao gol.

Com mais posse de bola (57% a 43%), Bahia criava mais oportunidades: foram cinco finalizações (uma certa) para o Esquadrão de Aço, e quatro (dua certas) para o Vovô. Ainda assim, a chance mais clara foi para o Alvinegro. Aos 40 minutos,João Lucas cobrou falta fechada, com destino direto para o gol, forçando Douglas a defender com as pontas dos dedos.

Somente no primeiro tempo, reflexo do jogo truncado, o juiz distribuiu quatro cartões amarelos: Élber e Guerra, para o Bahia, e Bergson e Cristovam para o Ceará. O atacante está pendurado, com dois cartões amarelos, e o lateral direito é desfalque para próxima partida, suspenso pelo terceiro amarelo.

A segunda etapa voltou com as equipes mais organizadas ofensivamente. Aos cinco minutos, Ceará chegou forte com Lima.Baxola tocou para Lima que, na área, fintou Lucas Fonseca e ficou de frente com Douglas. O chute de bico desviou na defesa e foi para escanteio. Após a cobrança, o Bahia emendou um contra-ataque com Élber, quetocou para Artur, que chutou para fora.

Aos 14 minutos, Pedro Ken chutou bem, de fora da área, para defesa de Douglas. Na sequência, juiz marcou impedimento de Bergson.

 

Nesse momento, Bahia esteve mais presente no campo defendido pelo Ceará, acumulando duas boas jogadas. Na primeira, aos 19, Artur e Athur Caíque tabelaram na área. Ricardinho conseguiu desarmar e jogadores do Bahia reclamaram de toque de mão. Na segunda, aos 22, em um contra-ataque Fernandão enfiou para Arthur Caíke que chutou para boa defesa de Diogo Silva.

 

Ricardinho esteve perto de abrir o marcador, em cobrança de falta. Aos 27, o capitão cobrou e bola ainda bateu nas redes pelo lado de fora. A bola parada, no entanto, foi aproveitada pelo time da casa. Mateus Gonçalves tocou com a mãos na bola e a falta foi marcada. A cobrança de Marco Antônio, aos 30 minutos, encontrou a cabeça de Artur - jogador cearense com passagem em 2015 pelo Ceará.

 

Atrás no placar, o Ceará esteve perto de empatar, com Bergson recebeu de João Lucas, cabeceou e forçou Douglas a se esticar para defender. O Alvinegro, com saída de Pedro Ken e entrada de Leandro Carvalho, tentou se lançar ao ataque. Foi Leandro Carvalho que, aos 40 minutos, cobrou escanteio, aproveitado pelo zagueiro Luiz Otávio, que sozinho no alto, cabeceou para empatar para o Vovô.

Com o jogo em aberto, novamente, o Bahia, que por dez minutos se contentou em se defender, voltou a buscar o campo ofensivo. Melhor em campo nos minutos finais, o Ceará pressionou até conquistar a vitória. Luiz Otávio, novamente de cabeça, e mais uma vez em cobrança de escanteio, virou para o Alvinegro.