PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Fabinho avalia expectativa sobre o Ceará e diz: "Nosso pior resultado tem que ser um empate"

O volante deve ser titular no jogo contra o Corinthians, no próximo sábado, 7

10:02 | 05/09/2019
Fabinho é uma das principais peças do time de Enderson Moreira
Fabinho é uma das principais peças do time de Enderson Moreira(Foto: Felipe Santos/Cearasc.com)

O volante Fabinho deu a última entrevista coletiva de um jogador antes do Ceará embarcar na tarde desta quinta-feira, 5, para enfrentar o Corinthians no sábado, 7, na Arena Corinthians. O jogador comentou sobre o clima do jogo, disputado às 11 da manhã, a estratégia do adversário e como a expectativa criada sobre a boa campanha do Alvinegro no início do Brasileirão tem influenciado na percepção das três derrotas consecutivas da equipe.

Apesar da dificuldade da partida, Fabinho vê o jogo contra o Timão como uma oportunidade de buscar os três pontos e voltar a pontuar no campeonato. “Jogar na Arena sempre é muito difícil, a gente já jogou lá esse ano e conseguimos uma vitória pela Copa do Brasil. Temos condições de ir lá e buscar três pontos. A gente não pode deixar de pontuar num campeonato de resistência como esse”, avaliou.

O volante fez algumas pontuações sobre o estilo de jogo do Corinthians. “Eles têm uma transição muito rápida, extremos muito rápidos, um centroavante como o Vagner Love, que é um bom finalizador. Eles jogam muito mais na estratégia, então a gente tem que controlar essas estratégias pra não ser surpreendido, e sim surpreendê-los lá”.

Atualmente, o Ceará não vive um momento tão positivo no Brasileirão. Apesar de estar a seis pontos do Z4, o time vem de três derrotas seguidas sem marcar um gol. Para Fabinho, as críticas ao time costumam ser mais elevadas por conta do bom começo da equipe, que acabou criando uma expectativa maior sobre o que o Vovô poderia almejar neste ano. “Pelo fato da gente ter começado o campeonato diferente do ano passado, criamos muita expectativa no torcedor. Tudo isso cria uma atmosfera diferente onde a gente é cobrado em cima do que é gerado. Isso é o mais natural possível no futebol”, pontuou.

“A gente não tem aceitado nem derrotas pro Flamengo, embora seja uma equipe que tem muita qualidade. A tendência é que todo mundo apostaria numa vitória deles, só que internamente nós não aceitamos nem uma derrota para o Flamengo, e a gente tá falando de um clube de grande investimento, de grandes jogadores”, declarou.

Fabinho acredita que a cobrança seria diferente caso o Ceará estivesse fazendo uma campanha semelhante ao do ano passado, quando brigou contra o rebaixamento até as últimas rodadas. “As expectativas que os criamos dentro da competições são maiores, então são situações que a gente fica inconformado. Talvez, se a gente estivesse vivendo um momento bem mais complicado que esse, as pessoas diriam ‘ah, é natural, o Ceará vai brigar pra não cair’”. Ao final da entrevista, o atleta fez sua avaliação final: “Nosso pior resultado tem que ser um empate”.

NA PRANCHETA #68 - ONDE O CEARÁ VEM PECANDO NESSA SÉRIE A?

Você também pode gostar: