PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Técnico do Ceará diz que arbitragem "olha diferente" para times de menor poder aquisitivo

Vovô teve um pênalti não marcado em jogo contra o São Paulo no Morumbi

09:39 | 19/08/2019
Enderson está no comando do Ceará desde a primeira rodada da Série A
Enderson está no comando do Ceará desde a primeira rodada da Série A(Foto: Fco Fontenele/Fco Fontenele)

O jogo do Ceará contra o São Paulo no último domingo, 18, no Morumbi, atraiu os olhares do público antes da bola rolar muito por conta da estreia de Daniel Alves, que marcou o gol da vitória do Tricolor Paulista por 1x0. Depois do apito final, porém, um lance repercutiu tanto quanto ou até mais que o tento anotado pelo craque da Seleção Brasileira: um pênalti não marcado do goleiro Tiago Volpi em Felippe Cardoso, atacante do Alvinegro. O árbitro Gilberto Rodrigues Castro Júnior não viu falta na jogada e também não consultou o VAR, gerando muita polêmica.

O lance deixou o técnico do Vovô, Enderson Moreira, bastante chateado com a arbitragem. “De onde eu estava no banco, eu tinha certeza absoluta que tinha sido pênalti. A forma que o Volpi saiu foi extremamente imprudente”. O treinador ainda afirmou que os times com poderio financeiro menor são vistos de forma distinta no futebol brasileiro por conta de uma “marginalização” semelhante à que ocorre no dia a dia. “O nosso país é assim: se você tem uma boa situação financeira, o olhar é diferente. As pessoas marginalizadas nesse processo são olhadas com um olhar diferente, e o futebol representa o que é a sociedade”.

Mesmo com o resultado negativo, Enderson se mostrou bastante satisfeito com o desempenho do time na partida. “Eu tenho muito orgulho da equipe pelo jogo que fez. Nós não fomos uma equipe que ficou lá atrás esperando, querendo contra atacar. Nós jogamos, marcamos em cima, subimos nossa linha defensiva, pressionamos o São Paulo, criamos boas oportunidades”. Se depender do técnico alvinegro, essa vai ser a postura do Ceará no decorrer do campeonato, um time que sabe ser reativo e propor o jogo conforme a situação do adversário. “Acho que é essa a mensagem que o Ceará passa em todos os confrontos: uma equipe que joga futebol”.

Listen to "#67 - Ceará e Fortaleza: adversários que faltam para fechar o 1º turno na média de pontos para permanência na Série A" on Spreaker.