PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará atropela Chapecoense no Castelão e pula para a primeira página da classificação da Série A

Depois de um primeiro tempo com baixa produção, Ceará cresce na segunda etapa, explora defesa frágil da Chapecoense e vence com placar elástico diante da torcida alvinegra

19:04 | 10/08/2019
Thiago Galhardo se isolou na artilharia do Ceará, com sies gols marcados
Thiago Galhardo se isolou na artilharia do Ceará, com sies gols marcados(Foto: Aurélio Alves/Ceará )

Sem fazer muita força, o Ceará atropelou a Chapecoense no Castelão por 4 a 1 neste sábado, 10. O placar poderia ter sido bem mais elástico, não fosse a intervenção do árbitro de vídeo, que culminou em outros dois tentos anulados - sendo um deles incontestável por parte do Vovô. O resultado levou o alvinegro cearense para a primeira parte da classificação, na 7ª posição.

Thiago Galhardo foi o grande nome da partida. Ele marcou três gols, sendo um deles de pênalti, chegou aos sete tentos com a camisa do Ceará e se isolou na artilharia do time. O outro gol do Vovô foi de autoria de Felippe Cardoso, que até fez mais um, mas o árbitro entendeu falta no goleiro Tiepo no lance anterior a finalização do centroavante.

A Chape chegou a diminuir com Renato Kayser, mas não evitou a oitava derrota na Série A e agora é a pior defesa disparada do certame com 26 gols sofridos em 14 jogos. O time catarinense também se afundou ainda mais na zona de rebaixamento, caindo para a 18ª colocação.

Com duas vitórias consecutivas, o Ceará chegou aos 20 pontos e ganha confiança para a sequência da competição. O próximo desafio do Vovô será domingo, 18, no Morumbi, contra o São Paulo.

Gols

Nos acréscimos do primeiro tempo, aos 50 minutos, Ricardinho cobrou falta na cabeça de Galhardo, que veio de trás para testar a bola e abrir o placar. Na segunda etapa, aos 11 minutos, Felippe Cardoso, na grande área, cortou pra dentro de bateu forte, vencendo o goleiro Tiepo.

O terceiro gol saiu quatro minutos depois. Thiago Galhardo cobrou pênalti com força e ampliou. Os outros dois tentos saíram na reta final do jogo. Aos 43, Renato Kayser aproveitou cruzamento na área do Ceará e desviou de cabeça, mandando a bola no cantinho direito. Nem deu tempo de comemorar. No lance seguinte, num contra-ataque rápido, Galhardo recebeu bola com açúcar para apenas tocar pro gol. O goleiro apenas observou.

Listen to "#67 - Ceará e Fortaleza: adversários que faltam para fechar o 1º turno na média de pontos para permanência na Série A" on Spreaker.

Brenno Rebouças