PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Em tom de desabafo, Robinson de Castro lamenta VAR: "Tem criado mais problemas"

22:08 | 03/08/2019
Robinson lamentou a arbitragem contra o Fortaleza
Robinson lamentou a arbitragem contra o Fortaleza (Foto: FCO Fontenele/O POVO)

Em tom de desabafo, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, deu entrevista após a vitória do Ceará por 2 a 1 sobre o Fortaleza na noite deste sábado, 3, no Castelão. O dirigente declarou que, se pudesse, 'não teria var nos jogos do Alvinegro', visto que na visão do mandatário, ele tem apenas prejudicado.

"Com o apoio da tecnologia a coisa tem piorada. Achei que a tecnologia deveria resolver os problemas e não criar eles. Hoje eu revi as imagens, vocês viram, que foi dado um pênalti que começou a mudar um pouco a cara do jogo, que estava se desenhando até de maneira mais tranquila para nós", disse Robinson.

"Gostaria de registrar aqui, não um protesto porque não adianta de nada, mas uma observação: se eu pudesse, escolher que nossos jogos não tivessem VAR, eu preferia, porque não está ajudando em nada nos problemas. Acho que é com todos os clubes isso, não só com o Ceará. Protocolo muito difícil, demorado, e principalmente levando ao erro", acrescentou.

Na partida contra o Fortaleza, a arbitragem acabou dando um pênalti inexistente para Leão no fim do primeiro tempo, quando estava 2 a 0 para o Vovô. Além disso, muitas faltas e impedimentos que não existiram também aconteceram.

O Ceará entra em campo no próximo sábado, 10, às 19 horas na Arena Castelão contra a Chapecoense.