PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Thiago Galhardo admite ainda sentir dores no ombro, mas espera estar em campo contra o Flu

Jogador faz tratamento fisioterápico para tratar uma pancada forte que sofreu no ombro, durante o jogo contra o Vasco, pela 9ª rodada da Série A.

12:31 | 02/07/2019
Thiago Galhardo vem treinando firme com o restante do elenco, em Porangabuçu.
Thiago Galhardo vem treinando firme com o restante do elenco, em Porangabuçu. (Foto: AURELIO ALVES/O POVO)

A imagem de Thiago Galhardo deixando o campo no duelo contra o Vasco, no último jogo do Ceará antes da pausa para a Copa América, deixou a torcida alvinegra preocupada. Em disputa de bola com zagueiro vascaíno, o meia acabou levando a pior e sofreu uma forte pancada no ombro. Desde então, o jogador vem em tratamento fisioterápico. Com mais duas semanas de treino e tratamento pela frente, o atleta espera estar à disposição do técnico Enderson Moreira para o próximo jogo do time, que será contra o Fluminense, no dia 15 de julho, no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

A luta do atleta agora é para sanar as dores na região que ele admite que ainda o incomodam. "Meu ombro não tá 100%, mas enquanto tiver chances reais de poder ajudar a equipe, me entregando, me dedicando, vou estar em campo. A partir que não puder mais, vou ter que parar para poder treinar", pontuou. Para se livrar do incômodo, o atleta vem passando por uma rotina diferenciada, que mescla os treinos em campo com as sessões de fisioterapia.

"Tenho feito bastante trabalho de fortalecimento muscular. É um acompanhamento diário. Infelizmente dor muito era muito grande. Hoje ainda incomoda. Fiz o exame, apontou uma pequena lesão. Não sou nadador, não jogo vôlei, mas preciso dessa movimentação nos braços. A pancada foi muito forte. Mas espero ajudar e poder estar em campo nos 90 minutos. Já não vejo a hora de viajar para ao Rio e estarmos em campo no dia 15, para esse jogo difícil para o jogo contra o Fluminense", afirmou em coletiva.

Thiago celebrou esta semana a marca de dois meses no clube. Já foram seis partidas pelo clube na Série A, com três gols marcados. A passagem, apesar de recente, vem sendo muito produtiva e positiva, segundo o atleta. "Quando cheguei, dei coletiva dizendo que estava feliz e empenhado de pode chegar ao Ceará. Meus resultados em campo o quanto feliz estou. Venho numa felicidade enorme. Aproveito do clube 100% do que ele nos oferece, até pela estrutura que ele tem. Sou um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair. Todo mundo brinca se eu não tenha família. Mas como estou sozinho aqui, fico realmente 100% para o trabalho. Venho, me alimento bem, faço os trabalhos. Tô muito feliz", comentou.

Bruno Balacó