Participamos do

Polícia Civil indicia Ramírez, do Bahia, por injúria racial contra Gerson, do Flamengo

O fato aconteceu logo após o primeiro gol do Bahia na vitória de 4 a 3 dos cariocas. Bruno Henrique, do Flamengo, fingiu dar um chute na bola, e Ramirez reclamou
19:33 | Fev. 04, 2021
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Civil indiciou nesta quinta-feira o jogador Juan Pablo Ramírez, do Bahia, pelo crime de injúria racial contra Gerson, do Flamengo. O atleta rubro-negro alegou ter sido chamado de negro pelo meia tricolor durante o duelo entre os dois clubes, no dia 20 de dezembro de 2020, pelo Campeonato Brasileiro. Agora, o Inquérito vai para o Ministério Público, que decidirá se apresentará denúncia.

O fato aconteceu logo após o primeiro gol do Bahia na vitória de 4 a 3 dos cariocas. Bruno Henrique, do Flamengo, fingiu dar um chute na bola, e Ramirez reclamou. Gerson, então, teria dito algo após a saída de bola. Neste instante, o jogador da equipe baiana teria falado: "Cala a boca, negro".

|LEIA MAIS| Após Gerson, do Flamengo, acusar Ramírez de injúria racial, Bahia comunica afastamento do colombiano

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em nota, a Polícia Civil do Rio de Janeiro disse que os companheiros de equipe de Gerson afirmaram que ele ficou muito abalado com a agressão, cabisbaixo e apresentou comportamento diferente do normal no vestiário e se recusou a encontrar parte do elenco após o jogo, pois estava triste com o fato ocorrido.

Em seu depoimento, o camisa 8 do Flamengo declarou que ficou tão indignado que após o encerramento da partida, ainda no gramado, precisou desabafar a indignação durante uma entrevista. Ramirez, no entanto, negou a injúria racial e afirmou que apenas disse “joga rápido, irmão”.

"As investigações comprovam a dinâmica do fato e a versão da vítima, desde o momento em que disse ter sofrido a agressão injuriosa por preconceito até seu comportamento após o término da partida", informou a PCERJ.

|LEIA MAIS| STJD intima Gerson e Ramírez a prestarem depoimento em acusação de racismo

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags