PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Sem cuspe nem abraços: veja algumas das recomendações da CBF para retorno do futebol

Com 19 competições da Confederação Brasileira de Futebol com conclusões pendentes, a entidade lançou documento com recomendações e proibições para as partidas

Domitila Andrade
22:48 | 24/07/2020
Jogadores se abraçam em comemoração ao gol, na partida entre Flamengo e Joinville, válida pelo Campeonato Brasileiro, em 2015  (Foto: Fernando Soutello/AGIF/Folhapress)
Jogadores se abraçam em comemoração ao gol, na partida entre Flamengo e Joinville, válida pelo Campeonato Brasileiro, em 2015 (Foto: Fernando Soutello/AGIF/Folhapress)

Aquela comemoração em grupo, depois de gol, com os jogadores abraçados; ou mesmo o repasse das garrafinhas de água entre os atletas e aquele cuspe que, quase involuntariamente, sai. Esses são alguns itens que devem ser banidos das cenas de futebol por algum tempo. Pelo menos é o que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) determina.

A entidade máxima do futebol nacional compilou, em 60 páginas, as recomendações para o retorno dos jogos durante a pandemia de Covid-19. O documento intitulado "Diretriz Técnica Operacional para Retorno das Competições CBF" foi divulgado na noite desta sexta-feira, 24. Limite de pessoas nos estádios a cada partida, teste para Covid-19, aferição de temperatura e recomendações de comportamento sanitário estão entre os aspectos abordados.

Para os atletas, além da testagem para Covid-19 antes de cada jogo e da possibilidade de cinco alterações na equipe durante a partida, o documento recomenda que permaneçam de máscaras quando estiveram no banco de reservas (sem estar em aquecimento); não se cumprimentem com contato físico — que também deve ser evitado em comemorações de gol, a serem feitas de forma individual.

Troca de brindes e flâmulas, comuns antes das partidas, e troca de camisas ao fim dos jogos estão proibidas. Garrafas de água para hidratação tem de ser individuais e a CBF recomenda que os atletas evitem de cuspir no chão. Conforme a diretriz, ao contrário do cuspe, a higiene nasal poderá ser realizada, se necessária. Mas deve ser feita utilizando-se lenços descartáveis. 

LEIA TAMBÉM | CBF faz testagem de Covid-19 no Fortaleza e no Ceará para Copa do Nordeste

Em todos os jogos haverá aferição de temperatura, que não poderá superar 37,5° C e álcool em gel e álcool 70% devem ser disponibilizados nas dependências do estádio. Será adotado minuto de silêncio em todas as partidas até o final da temporada 2020.

As diretrizes ainda determinam o número total de pessoas envolvidas em partidas de futebol a, no máximo, 300 pessoas em jogos de Série A do Brasileiro ou Copa do Brasil.

As demais competições são divididas em outros dois grupos e têm mais restrições, podendo participar ao todo 176 ou 237 pessoas. Delegações, equipe de arbitragem, administrativo dos estádio, gandulas e imprensa têm, cada um, pelo documento, número e áreas limitadas de acesso.

De acordo com a CBF, o objetivo da publicação é informar e esclarecer sobre protocolos que devem ser aplicados nas competições organizadas pela CBF, especificamente, os detalhes da operação das partidas. O início e reinício dos campeonatos seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde do Brasil e das secretarias estaduais e municipais de Saúde. Conforme a entidade, restam 2.439 partidas em 19 competições pendentes de conclusão na temporada 2020.