PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Champions League será concluída em agosto com torneio de oito clubes em Lisboa

Estádios da Luz e Alvalade devem ser utilizados no 'mini-torneio'. Liga Europa e Liga dos Campeões feminina também tiveram seus futuros definidos

13:30 | 17/06/2020
A
A "orelhuda" é uma das taças mais cobiçadas do mundo. (Foto: AFP)

A final da Liga dos Campeões 2019/2020, competição suspensa em meados de março devido à pandemia do novo coronavírus, será disputada em 23 de agosto em Lisboa. Os oito clubes classificados para as quartas de final farão esse 'mini-torneio', como tem sido chamado. As informações foram anunciadas pela Uefa nesta quarta-feira, 17.

Um torneio similar acontecerá em quatro estádios da Alemanha para concluir a Liga Europa, informou a Uefa, após uma reunião de seu comitê executivo destinada a estabelecer um novo calendário para o futebol continental, que sofreu com o adiamento de todas as competições devido à pandemia.

Quatro equipes já estão classificadas para as quartas de final da Champions: PSG, RB Leipzig, Atalanta e Atlético de Madrid.

As quatro outras vagas para o torneio final serão atribuídas após a disputa do restante dos jogos de volta das oitavas de final, previstos para 7 e 8 de agosto em lugares a determinar, mas especula-se que também devem ser realizados em Portugal, nas cidades de Porto e/ou Guimarães. 

A Uefa também informou que Istambul, onde seria disputada a final da atual edição da Champions antes das mudanças causadas pela pandemia, receberá a decisão da próxima edição da competição, na temporada 2020/2021. Assim, São Petersburgo sediará a final da Champions em 2021/2022.

Outro torneio de oito clubes será disputado em quatro estádios alemães (Gelsenkirchen, Colônia, Duisburgo e Düsseldorf) para concluir a Liga Europa, com uma final prevista para 21 de agosto em Colônia ao invés de Gdansk, na Polônia, que receberá a decisão em 2021.

A Liga dos Campeões feminina, suspensa nas quartas de final, também será disputada em formato reduzido, com oito equipes, na Espanha (Bilbao e San Sebastian).

Resta à Uefa definir se haverá presença de público nos estádios. A situação será "regularmente avaliada" em função do panorama sanitário europeu, informou a entidade que rege o futebol no continente.

A Uefa confirmou que a Eurocopa, adiada para 2021 (11 de junho - 11 de julho) para permitir que as competições nacionais pudessem ser encerradas, será disputada nas 12 sedes originais, já que todas as cidades organizadoras confirmaram disponibilidade.

"As 12 cidades anfitriãs originais foram confirmadas", declarou em coletiva de imprensa Giorgio Marchetti, secretário-geral adjunto da Uefa.

As 12 cidades que sediarão jogos pela 16ª edição da Eurocopa serão Amsterdã, Baku, Bilbau, Bucareste, Budapeste, Copenhague, Dublim, Glasgow, Munique e São Petersburgo, além de Roma -sede da partida de abertura- e Londres -sede das semifinais e final-.