PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Catar anuncia primeiros casos de coronavírus em obras da Copa-2022

Os trabalhadores continuarão a receber seus salários e terão assistência médica gratuita

18:37 | 15/04/2020
Projeto do estádio Al Rayyan, um dos que será utilizado na Copa do Mundo de 2022
Projeto do estádio Al Rayyan, um dos que será utilizado na Copa do Mundo de 2022 (Foto: Divulgação)

O Catar declarou nesta quarta-feira, 15, cinco casos de coronavírus em três canteiros de obras da Copa do Mundo de 2022, São os primeiros casos confirmados entre trabalhadores que preparam o evento.

O Comitê Organizador do próximo Mundial confirmou, em comunicado, que dois funcionários que trabalham no projeto do estádio Al Thoumama, um do projeto do estádio Al Rayyan e dois do projeto do estádio Al Bayt, testaram positivo para COVID-19.

Os trabalhadores continuarão a receber seus salários e terão assistência médica gratuita. O Comitê Organizador está seguindo as recomendações do ministério da Saúde no tratamento dos casos detectados.

Segundo o protocolo, quem apresenta sintomas é examinado e os casos suspeitos são redirecionados aos hospitais para exames. "Os que dão positivos são monitorados por profissionais da saúde e permanecerão em quarentena por quatorze dias", acrescentou o Comitê. Não foi especificado se as obras nos estádios afetados foram interrompidas.

O Catar já declarou um total de 3.711 infectados e 7 mortos desde 6 de março. Até agora, nenhum dos casos registrados oficialmente afetava pessoas nas obras da Copa.

No país estão sendo construídos sete novos estádios para a Copa do Mundo, um dos quais já está oficialmente aberto, e está reformando outro. As datas da Copa do Mundo de 2022 permanecem inalteradas e o torneio ocorrerá em novembro e dezembro.