PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Náutico empata com o Sampaio Corrêa e é campeão da Série C

18:21 | 06/10/2019
Náutico empata com o Sampaio Corrêa e é campeão da Série C
Náutico empata com o Sampaio Corrêa e é campeão da Série C(Foto: (Divulgação/Náutico))

O Náutico empatou em 2 a 2 com o Sampaio Corrêa neste domingo, no Estádio Castelão, e conquistou o título da Série C do Campeonato Brasileiro. A primeira conquista nacional do clube de Pernambuco.

Os gols do Timbu foram marcados por Álvaro e Matheus Carvalho. A Bolívia Querida fez com Everton e Salatiel. A vitória do Náutico por 3 a 1 na ida foi decisiva.

O Sampaio Corrêa lutou até o fim e esteve duas vezes na frente do placar, mas um contra-ataque no fim foi mortal. Náutico e Sampaio estão garantidos na Série B em 2020, ao lado de Juventude e Confiança.

O JOGO

Com a necessidade de fazer pelo menos dois gols de diferença, o Sampaio Corrêa se lançou ao ataque desde o primeiro minuto e abriu o placar aos 13, quando Everton recebeu pela direita, cortou para o meio e bateu de canhota. A bola quicou no gramado e enganou o goleiro Jefferson. 1 a 0.

No minuto 23, Esquerdinha cruzou na área e Paulo Sérgio cabeceou livre. Jefferson, dessa vez, salvou o Náutico. Quando o placar marcava 29 jogados, Eloir chutou de longe e o goleiro do Timbu espalmou. Ainda deu tempo de Esquerdinha driblar Hereda e cair na área. O Sampaio reclamou demais de pênalti, mas o juiz mandou seguir.

SEGUNDO TEMPO

O Sampaio Corrêa foi para cima em busca da reação, mas recebeu uma ducha d’água fria aos seis minutos. Jean Carlos cobrou escanteio e Álvaro marcou para o Timbu. O gol fez com que os donos da casa tivessem que marcar mais dois para levar aos pênaltis.

Desanimado, o Sampaio viu o Náutico passar a controlar a partida. No minuto 16, Salatiel fez jogada individual e ficou cara a cara com Jefferson, mas parou no goleiro. Quando o placar marcava 26, outra excelente defesa de Jefferson em cabeceio contra de Eloir.

O Sampaio Corrêa só assustou efetivamente no minuto 36, quando Eloir, agora a favor, mandou uma bomba na trave. Pouco tempo depois, Esquerdinha foi até a linha de fundo e cruzou para Salatiel, sozinho, empurrar e manter vivo o sonho do título. Só que viria outra frustração.

Com 39 jogados, o Náutico se aproveitou da empolgação do Sampaio e marcou com Matheus Carvalho em contra-ataque, garantindo a taça da Série C. No fim, houve uma confusão generalizada e expulsão de Diego, dos visitantes. Nada que tenha apagado o título do Timbu.

Você também pode gostar: