PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Zagueiro Jackson diz buscar adaptação ao estilo de jogo do Fortaleza

Defensor tricolor elogiou seu parceiro de zaga Quintero e demonstrou não subestimar o próximo adversário

20:17 | 04/09/2019
Jackson procura engatar uma sequência como titular no Fortaleza
Jackson procura engatar uma sequência como titular no Fortaleza(Foto: M.Matheus/Fortaleza EC)

Tomando frente da zaga tricolor há duas rodadas, o zagueiro Jackson fez um boa dupla com Quintero na última partida diante do Goiás. Com 11 interceptações e 75% dos desarmes acertados, a dupla conseguiu fazer com que o Fortaleza não tomasse gol da equipe goiana.

O dever do Leão na próxima rodada é bem distinta: continuar não tomando gols. Isso porque, sendo uma das piores defesas do campeonato, ainda não conseguiu ficar dois jogos sem ver o adversário marcando. Pensando nisso, Jackson destacou em entrevista coletiva a importância do trabalho da zaga. “Para nós é importantíssimo não tomar gol. No Brasileirão ainda não conseguimos passar dois jogos sem e como o professor Ricardo fala, se não tomarmos gol, a gente fica mais perto da vitória. Vamos trabalhar forte essa semana, temos tempo até sábado.”, afirmou.

Sábado o Fortaleza enfrenta um Fluminense que, segundo o site de estatísticas Footstats, finaliza 15,4 vezes em média por jogo, porém acerta apenas 6,4 dessas. Ou seja, a equipe carioca, apesar de muito chutar ao gol, pouco leva perigo. Apesar disso, o zagueiro não subestima o adversário. “Os times da zona de rebaixamento estão loucos para sair de lá e conquistar uma vitória para acalmar o ambiente. Estão vindo pressionados, pois perderam o último jogo. É um jogo difícil, vamos ter que nos concentrar para buscar o resultado que queremos. Independente deles estarem brigando na parte baixa da tabela, ou não. Não tem jogo fácil, então vamos buscar nos distanciar da parte de baixo da tabela.”, disse.

Recém chegado na equipe, o defensor já está se adaptando ao estilo de jogo tricolor. Na última partida, até participou de algumas jogadas no ataque junto ao seu companheiro Quintero. “Sempre que podemos ir para a área na bola na parada, nós procuramos o máximo pelo menos finalizar ou terminar o lance. O Quintero foi feliz na finalização dele diante do Goiás, é uma coisa que nós temos treinado com o Zé Ricardo e desde que iniciei vinha treinando falta. Respeitando a hierarquia, claro, dos jogadores que estão na frente.”, contou.

Sobre seu parceiro de zaga, Jackson foi só elogios. “Me entendo muito bem com Quintero dentro de campo. É um cara importante no grupo, nosso capitão, tem muita liderança. Não parece que tem 24 anos pela experiência que tem.”, finalizou.

FUTCAST #70 - Derley e o dia que enfrentou Messi: "não sabia se jogava ou ficava olhando para os caras"

Listen to "#70 - Derley e o dia que enfrentou Messi: "não sabia se jogava ou ficava olhando para os caras"" on Spreaker.

Você também pode gostar: