PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Marcelo Veiga lamenta eliminação do Ferroviário: "Está fora pela incompetência nossa"

Treinador chamou a responsabilidade para si na não classificação coral e garantiu que quer ficar para dar sequência ao trabalho

15:13 | 25/08/2019
Treinador viu evolução no time desde sua chegada e quer continuar trabalho
Treinador viu evolução no time desde sua chegada e quer continuar trabalho (Foto: Reprodução/Ferroviário AC)

Depois de não conseguir a classificação para o mata-mata da Série C do Campeonato Brasileiro, o técnico do Ferroviário, Marcelo Veiga, assumiu a responsabilidade. Na coletiva de imprensa após o empate com o Confiança neste sábado, 24, o comandante chegou a usar a palavra "incompetência" para descrever a eliminação do Tubarão.

"Nesse jogo (contra o Confiança) a gente acabou deixando escapar. Não podemos jogar todo o trabalho por água abaixo. Ferroviário fez uma grande competição e está fora por incompetência nossa mesmo e agora é manter os pés no chão e saber qual o planejamento que vai ser feito pro ano que vem. Time vem em evolução nos últimos dois anos. Colocar a casa em ordem, busca a vaga na Copa do Brasil pela Fares Lopes", declarou o treinador.

"Eu sou o principal responsável por isso, sou o comandante principal. Evidente que o que queremos a vitória, e realmente vi uma evolução na equipe, mas a gente não conseguiu o objetivo. A gente fica frustrado com isso, agora a gente não pode lamentar de todo o trabalho porque o Ferroviário fez uma grande competição", acrescentou Marcelo Veiga, que ainda avaliou rapidamente o seu trabalho rápido pelo Ferroviário na Série C.

"Eu peguei o time, tive poucas oportunidades de mudanças, tive que trabalhar em cima daquele grupo que estava machucado com as derrotas. Tive que motivar para reverter toda uma situação. Infelizmente as coisas não aconteceram", lamentou.

Marcelo Veiga não garantiu se fica no Ferroviário, mas a expectativa do treinador é de permanência para dar sequência ao trabalho. "Meu pensamento é esse. Não vim com ideia de ir embora. Não podemos pensar só agora, quero pensar pro ano que vem. Se tiver o planejamento para eu fazer o trabalho, eu vou ficar", garantiu.

O Ferroviário volta a campo já nesta terça-feira, 27, quando duela contra o Fortaleza pela Fares Lopes. É a estreia do time no torneio, depois de ter perdido a primeira rodada por estar focado na Série C.