PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Espn Brasil demite seis jornalistas; Juca Kfouri não tem contrato renovado e também deixa emissora

João Palomino, Rafael Oliveira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi estão entre os profissionais desligados da empresa. Juca Kfouri não teve seu contrato renovado e também saiu da emissora

18:42 | 14/08/2019
João Palomino estava na Espn desde 1995, ano que o canal foi criado no Brasil.
João Palomino estava na Espn desde 1995, ano que o canal foi criado no Brasil. (Foto: Divulgação/Espn Brasil)

O canal Espn Brasil demitiu alguns jornalistas do seu quadro de funcionários nesta quarta-feira, 14. Entre os profissionais desligados da empresa estão o narrador João Palomino - que estava na empresa desde a sua criação, 1995 -, e Arnaldo Ribeiro, chefe de redação do canal. O jornalista Juca Kfouri não teve seu contrato renovado e também saiu da emissora.

Além deles, o apresentador João Carlos Albuquerque, o João Canalha, e o editor-executivo, Eduardo Tironi, e o comentarista Rafael Oliveira também foram demitidos. Nas redes sociais, a saída de Rafael - que é especialista em futebol europeu -, foi a mais sentida. Logo após o anúncio de seu desligamento, vários usuários da rede social lamentaram a demissão do comentarista.

A gerente sênior de produção, Renata Netto - que estava na empresa desde 2001, onde coordenava a parte visual dos canais Espn Brasil, Espn e Espn+, ajudando a profissionalização as transmissões de eventos ao vivo -, também foi demitida da empresa.

Em nota, a Espn afirmou que está passando por "transformações para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes".

"A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano. Ela seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras", completa a nota.

O Povo