PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Clássico-Rei do próximo sábado terá carga de 50 mil ingressos e efetivo de 500 policiais militares

Na ata do plano de ação do jogo, Ceará, na condição de mandante do jogo, fez ainda um esclarecimento de que não se opõe a qualquer manifestação da torcida do Fortaleza

15:53 | 31/07/2019
Ceará, na condição de mandante, terá bem mais espaço para ocupar nas arquibancadas.
Ceará, na condição de mandante, terá bem mais espaço para ocupar nas arquibancadas. (Foto: JÚLIO CAESAR)

Em reunião realizada nesta quarta-feira, 31, na sede da Federação Cearense de Futebol (FCF), ficou definido o plano de ação para o Clássico-Rei entre Ceará e Fortaleza, que está marcado para o próximo sábado, 3, as 19h, na Arena Castelão, pela 13ª rodada do Brasileirão.

Pelo acordo entre os clubes, está sendo disponibilizado ao torcedor uma carga total de 50 mil ingressos, que é a estimativa de público dos organizadores. O Ceará, na condição de mandante da partida, com um percentual maior dos bilhetes, estimada em 35 mil, enquanto que a partida destinada ao Tricolor é de 14.200 ingressos, distribuídos entre os setores superior sul e inferior sul, segundo o plano de ação.

Em relação ao esquema de segurança, ficou acertado um efetivo de 500 policiais militares. Haverão ainda 200 seguranças privada, além de 22 policiais civis e 24 guardas municipais. A abertura dos portões do estádio está prevista para as 16h, ou seja, a três horas do início da partida.

ESCLARECIMENTO DO CEARÁ

Durante a reunião, o Ceará esclareceu, e deixou também registro na ata do Plano de Ação, que não se opõe a qualquer manifestação da torcida do Fortaleza. Tais como painel 3D, show de fogos e afins, liberando todos esses atos. A observação foi feita diante da informação que circulou nas redes sociais dando conta de que o Ceará estaria proibindo a torcida do Fortaleza de executar de executar mosaico na partida. Segundo o Alvinegro, nunca houve essa proibição nem por parte do clube e nem por parte de qualquer órgão.

Bruno Balacó