PUBLICIDADE
natural
NOTÍCIA

Jogadores da NBA entram em acordo para encerrar boicote por racismo e retomar playoffs

A NBA não se pronunciou oficialmente sobre a retomada dos jogos nem confirmou se vai suspender a rodada de três jogos desta quinta-feira, ainda marcada para começar às 17 horas (pelo horário de Brasília)

15:56 | 27/08/2020
visão da quadra após o jogo adiado cinco da primeira rodada dos Playoffs da NBA entre o Oklahoma City Thunder e o Houston Rockets em Lake Buena Vista, Flórida (Foto: AFP)
visão da quadra após o jogo adiado cinco da primeira rodada dos Playoffs da NBA entre o Oklahoma City Thunder e o Houston Rockets em Lake Buena Vista, Flórida (Foto: AFP)

Os jogadores da NBA concordaram nesta quinta-feira, 27, em encerrar o boicote que foi feito aos playoffs em protesto contra o racismo e retomar os jogos nesta sexta-feira ou no fim de semana, informou a mídia americana.

 

A decisão foi tomada em uma reunião coletiva na manhã desta quinta-feira na Disney World, em Orlando, o único local para o final da temporada. Ao mesmo tempo em que o comissário da NBA, Adam Silver, realizou uma conferência com os donos dos times chamados após o boicote que os jogadores fizeram aos playoffs na quarta-feira.

 

A NBA não se pronunciou oficialmente sobre a retomada dos jogos nem confirmou se vai suspender a rodada de três jogos desta quinta-feira, ainda marcada para começar às 17 horas (pelo horário de Brasília).

 

De acordo com reportagens da ESPN e do The Athletic, os jogos de quinta-feira serão adiados e os playoffs podem ser retomados na sexta-feira ou no final de semana.

 

"Os jogadores da NBA reunidos hoje concordaram em continuar jogando nesta pós-temporada, mas querem encontrar novas e melhores maneiras de assumir posições em favor da justiça social", disse o jornalista Shams Charania, do The Athletic.

 

Os jogadores desejam que os proprietários de franquias se comprometam mais com as reivindicações que fazem diariamente.

 

Raiva e frustração se espalharam desde segunda-feira na Disney World quando o último caso de brutalidade policial contra um homem afro-americano, Jacob Blake, que foi perseguido por dois policiais do estado de Wisconsin, no norte do país, que atiraram nele à queima-roupa pelas costas quando ele entrava em sua caminhonete. diante de seus três filhos.

 

Indignado com esta nova agressão, o Milwaukee Bucks se recusou na quarta-feira a jogar o quinto jogo de seu playoff contra o Orlando Magic, o que levou a rodada inteira a ser suspensa e os jogadores avaliaram até a possibilidade de cancelar o resto da temporada.

 

Em uma reunião na noite de quarta-feira, os membros do Los Angeles Lakers de LeBron James e do Clippers de Kawhi Leonard, dois dos principais candidatos ao título, foram os únicos a votar pelo cancelamento da temporada. James, o astro do Lakers, deixou a reunião mais cedo, de acordo com a mídia.

 

Na manhã desta quinta-feira "houve uma mudança de posição em relação à noite anterior com LeBron James, entre outros, transmitindo que o melhor para eles era terminar a temporada", disse Chris Haynes, do Yahoo Sports.

 

"A mudança não acontece apenas falando! Acontece com ação e tem que acontecer AGORA!", escreveu James no Twitter após a reunião.