PUBLICIDADE
NOTÍCIA

BBB21: Durante festa, Rodolfo fala de racismo, machismo e homofobia com Pocah

Dentro do reality, o cantor protagonizou algumas cenas machistas em relação a outros participantes

Mirla Nobre
14:28 | 01/04/2021
Durante a festa do líder Arthur, no BBB21, na madrugada desta quinta-feira, 1º, Rodolfo e Pocah tiveram uma conversa sobre causas sociais (Foto: Reprodução/Globoplay)
Durante a festa do líder Arthur, no BBB21, na madrugada desta quinta-feira, 1º, Rodolfo e Pocah tiveram uma conversa sobre causas sociais (Foto: Reprodução/Globoplay)

Durante a festa do líder Arthur, no BBB21, na madrugada desta quinta-feira, 1º, Rodolfo e Pocah tiveram uma conversa sobre causas sociais. O cantor sertanejo contou sua experiência com assuntos como racismo, machismo e homofobia e acrescentou que é preciso ter paciência ao falar dos temas a quem mora no interior. Dentro do reality, o brother protagonizou algumas cenas machistas em relação a outros participantes, como fala sobre a saia entregue pela produção ao cantor Fiuk.

Na conversa com a funkeira, Rodolfo disse que o Brasil do interior é muito sem informação e que as pessoas precisam ter paciência para ensinar as pessoas desta região. “Tem cinco amigos meus que nunca moraram numa capital, que ainda moram no interior. Você sai de lá vomitando de machismo, racismo, homofobia. Tenho amigos meus, da mesma idade minha, que eu já superei muitas coisas de racismo, de homofobia e de machismo que ainda estão encravados neles porque eles ainda estão morando no interior e têm menos informações que a gente que tá na rua, morando numa capital e rodando”, disse o sertanejo.

LEIA MAIS SOBRE BBB |

>> Arthur se declara para Carla: "A pessoa por quem eu me apaixonei aqui"

>> BBB 21: Juliette Freire bate recorde mundial no Instagram após voltar de paredão

>> BBB21: Após eliminação de Sarah, Juliette conforta Gilberto: "Todo mundo gosta de você aqui"

>> Eliminada do BBB21, Sarah pede desculpas por declarações sobre pandemia

Já a sister relatou que também convive com familiares e pessoas que também têm dificuldades para entender "a era atual" e que é uma situação muito difícil. Enquanto Rodolfo acrescenta que “não pode repreender, precisa ensinar de forma inteligente”.

Pocah completou que quando vê que as atitudes são de forma intencional, ela não deixa passar. “Quando eu vejo que é intencional, não é sem querer, aí sim eu me armo todinha e não quero saber. Eu já perdi muitos amigos. Então, roupa não define gênero, homem usar vestido... eu uso roupa masculina, eu gosto. Quando eu comecei a cantar, inclusive, eu sempre vesti roupa... eu gostava de usar calça largona e aí me tachavam de masculina. Falavam que eu era lésbica. Eu não me enquadrava no padrão de funkeira”, contou a sister.

Ao final do papo, Rodolffo agradeceu Pocah pela conversa e disse que ficou feliz por falar sobre o assunto com ela. Nas redes sociais, internautas ficaram divididos após a conversa do sertanejo e da funkeira. Entre os comentários, alguns relataram que o brother por ser cantor reconhecido e com boa condição financeira tem como ter acesso à informação, e que isso não justifica seus atos. Outros defendem a posição do brother sobre relatar a possível realidade do interior de onde vive.