Participamos do

Vacina Pfizer: fabricantes atestam eficácia contra variante Ômicron após 3ª dose

BioNTech afirma que o imunizante "provavelmente não é suficiente neutralizado (a nova variante) após duas doses". A fabricante diz que prepara vacina mais adaptada à cepa
11:00 | Dez. 08, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

A vacina contra o coronavírus desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech é "eficaz" contra a variante Ômicron após "três doses", afirmou nesta quarta-feira, 8, a fabricante em comunicado que também cita o desejo de preparar um imunizante mais adaptado à cepa do vírus até março.

De acordo com os estudos realizados pelos laboratórios, "a vacina continua sendo eficaz contra o coronavírus, incluindo a variante Ômicron, quando são administradas três doses" mas "provavelmente não é suficientemente neutralizada (a nova variante) após duas doses".

"Vamos desenvolver uma vacina específica contra a variante Ômicron e esperamos que esteja disponível até março", afirma o comunicado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Uma terceira dose fornece um nível de anticorpos para neutralizar a ômicron similar ao registrado depois de duas doses contra outras variantes", completa a nota.

Albert Bourla, CEO da Pfizer, citado no comunicado, afirmou que duas doses oferecem proteção contra a ômicron e impedem o desenvolvimento da forma grave da covid-19, mas depois dos estudos realizados está claro que a proteção "melhora" com a terceira dose.

A ômicron, considerada altamente transmissível pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detectada pela primeira vez no fim de novembro na África do Sul e rapidamente foi identificada em vários países, provocando uma onda de pânico, sobretudo na Europa, onde os contágios aumentaram nas últimas semanas.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags