Participamos do

China cancela casamentos e centenas de voos por novos focos de Covid-19

O número de casos continua muito mais baixo do que na maioria dos países, com 48 novas infecções notificadas nesta sexta-feira. Ainda assim, o governo chinês prefere não correr riscos.
08:07 | Out. 29, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

As autoridades de Pequim cancelaram centenas de voos e pediram a seus cidadãos que adiassem casamentos e realizassem funerais mais curtos, depois de endurecer, nesta sexta-feira (29), as medidas de contenção para impedir novos focos de covid-19 antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno.

 

O país mais populoso do mundo reduziu ao mínimo o número de casos de coronavírus desde o início da pandemia, graças às medidas de tolerância zero adotadas pelo governo. Entre elas, o fechamento de fronteiras, confinamentos seletivos e longos períodos de quarentena. Agora, a China está enfrentando novos surtos em várias regiões que recebem muitos turistas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Este quadro levou as autoridades a ordenarem que milhões de cidadãos fiquem em casa, restrinjam suas viagens entre as províncias e se submetam a testes de detecção de coronavírus. O número de casos continua muito mais baixo do que na maioria dos países, com 48 novas infecções notificadas nesta sexta-feira. Ainda assim, o governo chinês prefere não correr riscos.

 

As autoridades, porém, preferem não arriscar e impuseram um confinamento a dezenas de milhares de pessoas em Pequim, capital do país e cidade que sediará os Jogos Olímpicos em fevereiro, após a detecção de alguns casos de coronavírus. Os residentes devem "adiar casamentos, realizar funerais curtos, não organizar banquetes e reduzir reuniões desnecessárias", declarou nesta sexta Pang Xinghuo, vice-diretor do centro de controle de doenças, em entrevista coletiva.

 

Além disso, os locais turísticos limitarão sua capacidade, enquanto o recém-inaugurado complexo da Universal Studios entrará em "estado de emergência para prevenção epidemiológica", segundo anunciou o vice-diretor do Gabinete de Informação, Xu Hejian. Segundo a plataforma chinesa Feichangzhun, metade dos voos dos dois principais aeroportos da capital foi cancelada

Atualizada às 10h09

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags